Aberto o Capítulo Provincial da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Agudos (SP) – O Definidor e Visitador Geral da Ordem dos Frades Menores, Frei César Külkamp, abriu nesta terça-feira (23/11), durante a Celebração Eucarística, às 8 horas, no Seminário Santo Antônio de Agudos (SP), o Capítulo Provincial 2021 da Província Franciscana da Imaculada Conceição. Aos 111 frades capitulares exortou: “Ao chegarmos para mais um Capítulo somos convocados a nos libertarmos das amarras e pretensões do próprio “eu”, para sermos verdadeiramente frades menores. Pedimos a iluminação do Espírito Santo, nosso Ministro Geral, para escutarmos com o coração o que Senhor quer nos falar hoje”, disse. O Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel, foi o concelebrante com o diácono Frei Alan Leal de Mattos.

Segundo o Visitador, iniciar o Capítulo Provincial com a Celebração Eucarística é, antes de tudo, “reconhecer o primado daqu’Ele que nos chamou, nos sustenta na caminhada e nos envia para a missão, que é sempre d’Ele. E só reconhecemos tudo isto com os sentidos da fé. Nesta celebração queremos renovar nossa fé em Deus. Dele recebemos a vocação como um dom. Ele conduz a nossa história e a história desta Província Franciscana”.

Frei César continuou a reflexão, citando a passagem do Evangelho em que Jesus revela que o Paráclito ficará para sempre conosco. “Este espírito é amor. Se formos capazes de amar é porque somos habitados pelo Espírito de Cristo que é Amor. Um amor que não é estático, apegado ao passado, mas que vai ao encontro e olha para o futuro: é preciso evoluir, questionar-se, converter-se, partir em missão, comunicar a todos e a todas o Amor que quer ir além”, exortou.

Segundo ele, por esta ação do Espírito, a Trindade virá e fará morada em nós. “Ele nos ensinará todas as coisas e nos recordará a Palavra de Jesus. Esta Palavra, o Evangelho é o próprio Cristo feito semente lançada no terreno da nossa vida e da nossa história. Uma semente que anseia por germinar e crescer. Nossa resposta é o amor a Deus e aos irmãos”, indicou.

“Na Carta aos Romanos, capítulo 8, todo ele dedicado ao Espírito, São Paulo nos diz que a criação inteira geme e sofre, e nós também, como em dores de parto. A dor do parto é fortíssima, mas logo confortada pela nova vida. Por isso, nos convida à esperança, o sinal da nossa salvação. Ele também nos diz que o Espírito vem em socorro da nossa fraqueza. E quais são as nossas fraquezas?”, perguntou.

A DINÂMICA DO CAPÍTULO

Para o Visitador Geral, a dinâmica preparada para este Capítulo quer colocar os frades diante destas fraquezas. “Estamos diminuindo em número, perdendo irmãos, entregando casas. A sociedade vive uma secularização materialista. Os modelos de evangelização parecem pautados em sucessos personalistas ou no retorno a uma tradição conservadora e bitolada. Os modelos políticos são controversos e insensíveis aos mais pobres. Continuamos atravessando uma pandemia que já ceifou tantas vidas, mesmo entre nós, e com difíceis consequências sociais, econômicas e sanitárias. Vivemos o medo diante de tantas incertezas”, diagnosticou.

“Diante de tudo isso, temos tanto a pedir ao Pai para que venha em socorro de sua Igreja, de nossa Província”, ensinou, mas lembrando: “São Paulo nos recorda que não sabemos o que devemos pedir e que é o Espírito mesmo que intercede por nós. O que Deus reserva para nós vai além do nosso pedir e entender. O Espírito interpreta o que o coração da nossa Província, seus frades e participantes de sua missão, deseja e precisa. E aí está a vontade de Deus. E o que a misericórdia de Deus faz concorrer para o bem”, observou.

E concluiu: “A Mãe Imaculada acolheu este mistério de amor no seu ventre e soube dizer sim, faça-se em mim segundo a Vossa vontade! Ela é nosso modelo e nossa proteção. Acolhamos este Capítulo como dom da Santíssima Trindade, a perfeita comunidade que nos reúne como irmãos que querem sonhar juntos o sonho de Deus e partir para a missão em fraternidade. E tudo será novo porque o Espírito sopra onde quer e faz novas todas as coisas”, pediu.

SESSÃO DE ABERTURA

Depois da Oração inicial, Frei César, como presidente do Capítulo, conduziu a sessão de abertura e instalação desta assembleia dos frades. “Eu gostaria de destacar que o nosso Capítulo é sempre um evento da comunhão. Nós nos reunimos, como já refletimos na Celebração Eucarística, para, juntos, pedirmos iluminação e, nesse juntos, reforçar a nossa caminhada fraterna, o nosso espírito de fraternidade”, enfatizou o Visitador.

Segundo ele, o Capítulo, acolhido e determinado na Regra dos Frades Menores pelo próprio São Francisco, já é uma expressão dessa sinodalidade na Igreja. “Isso significa caminhar juntos. São Francisco queria que os frades viessem ao menos duas vezes por ano celebrar os capítulos nessa intenção de que a caminhada da Ordem fosse feita sempre em conjunto e abertos à ação do Espírito, que ele conduz e por isso que ele é chamado de verdadeiro Ministro Geral”, acrescentou.

Frei César falou da preparação do Capítulo que começou no ano passado e das dificuldades devido ao recrudescimento da pandemia no início do ano e que ainda estamos vivendo. Depois teve o Capítulo Geral, que mudou um pouco toda essa configuração. Mas para não mudar datas e a configuração, Frei César, que era o Ministro Provincial, foi nomeado Visitador e o Capítulo pôde ser inaugurado hoje.

Na sequência, às 10 horas, teve início ao dia formativo com o retiro e a assessoria do frade capuchinho gaúcho, Frei Luiz Carlos Susin, frade capuchinho, mestre e doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. Ele é professor na PUCRS e na Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana – Estef, em Porto Alegre. Dentre suas obras, destaque para “Teologia para outro mundo possível” (Paulinas, 2006).

Equipe de Comunicação do Capítulo

(Frei Augusto Gabriel, OFM, Frei Clauzemir Makximovitz, OFM, Frei Gabriel Dellandrea, OFM, Frei Alan Leal de Mattos, OFM e Moacir Beggo)

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

A homilia deve despertar e não adormecer a alma, disse o Papa no Angelus

Frades de Profissão Temporária participam da Semana Interprovincial de Formação Franciscana

3º Domingo do Tempo Comum: “Hoje se cumpriu esta passagem da Escritura que acabastes de ouvir!”

2º Domingo do Tempo Comum: “Fazei o que ele vos disser!”

Mensagem do Papa Francisco para o XXX Dia Mundial do Doente

Definitório Geral com o Papa Francisco: “Vimos o afeto do Papa por nós, franciscanos no mundo!”

Eleito o novo governo da Província Santa Cruz (MG)

No convento de Franca/SP, cinco jovens são admitidos ao Postulantado