Festividade do Batismo do Senhor: “Eu vos batizei com água, mas Ele vos batizará com o Espírito Santo!”

 

Antes de iniciar a sua missão, Jesus recebe o batismo de João Batista. O evangelista Marcos apresenta João Batista como o “mensageiro” anunciado pelo profeta Isaías que está realizando a sua missão no deserto quando vem Jesus para ser batizado por ele. João Batista sabe da grandeza do Messias e anuncia o batismo no Espírito, que quer dizer o dom dos últimos tempos que virá habitar no coração de cada fiel. Marcos mostra o movimento que acontece no batismo de Jesus: Ele sobe da água e o Espírito desce do céu. A voz de Deus confirma Jesus como o “Filho amado” que é “luz das nações” enviado “para abrir os olhos aos cegos, tirar os cativos da prisão, livrar do cárcere os que vivem nas trevas”, como anunciou o profeta Isaías na primeira leitura.

De fato, com o batismo Jesus inicia a sua vida pública, isto é, a pregação do Reino e a realização da vontade de Deus para libertar o seu povo de toda opressão. Os presos que deveriam ser libertados eram os que tinham dívidas e não tinham dinheiro para pagar. Não eram criminosos, eram pobres que tinham que pagar perdendo a liberdade ou entregar pessoas da família como escravos para saldar dívidas. Jesus cheio do Espírito age para dar vida em abundância às pessoas, combater toda forma de injustiça, de ódio e de violência e para construir o Reino de Deus.

No discurso de São Pedro na segunda leitura vemos como ele anuncia Jesus “ungido por Deus com o Espírito Santo e com poder”, “que é o Senhor de todos”. E Pedro testemunha que “Deus não faz distinção entre pessoas”, mas “aceita quem o teme e pratica a justiça”. Pedro está atuando naquele período que São Lucas entende como terceiro, isto é, o período da Igreja, no qual os cristãos é que são os responsáveis por continuar o projeto de Jesus. Muitos na Igreja daquele período colocavam em dúvida se os estrangeiros poderiam ser batizados e fazer parte dela. Foi preciso dialogar muito e São Paulo foi a Jerusalém para mostrar também como Jesus Ressuscitado estava agindo no meio dos estrangeiros sem fazer distinção.

Hoje todos os batizados são chamados a continuar a missão de Jesus, pois ainda existe muita injustiça, muita treva, muito ódio e muito sofrimento na vida dos irmãos e irmãs de Jesus. O anúncio na boca de Isaías continua ressoando para os cristãos: “te chamei para a justiça, te tomei pela mão, te constituí luz das nações”. Nenhum cristão pode esconder-se e não irradiar a luz que vem de Deus.

Frei Valmir Ramos, OFM

Últimas Notícias

O Papa: os ministérios do Leitorado e Acolitado abertos às mulheres

No convento de Franca/SP, cinco jovens são admitidos ao Postulantado

Festividade do Batismo do Senhor: “Eu vos batizei com água, mas Ele vos batizará com o Espírito Santo!”

Papa Francisco: “Luz de Cristo se difunde com o anúncio, a fé, o testemunho!”

Em janeiro, Papa Francisco faz apelo à fraternidade: “Vamos nos abrir ao outro como irmãos que rezam!”

Em Catalão/GO, são revestidos do hábito franciscano os novos 15 noviços

CONTATOS

(16) 3721-8095

comunicacao@ofmscj.com.br

ENDEREÇO

Rua da Liberdade, 1045
Jd. California
CEP: 14.405-294
Franca/SP

SITES RELACIONADOS

CUSTÓDIA FRANCISCANA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados