Dom Paulo: “Frades cultivem a vida fraterna!”

O terceiro dia iniciou com a exposição do Santíssimo Sacramento e Laudes, seguido do café da manhã. Às 09h00 demos início a primeira colocação, tendo como base para reflexão o evangelho de Mateus 24, 42-51.

Nesta primeira parte, Dom Paulo reforçou que o radicalismo evangélico é impossível sem uma forte intimidade com Jesus Cristo. Sem isso, não existe fidelidade pelo Reino. Trouxe o seráfico pai como exemplo, quando disse que Francisco experimentou em sua própria vida, essa procura intensa e íntima com o Cristo.

Às quinze horas nos reunimos na capela para a oração da Hora Média e logo em seguida partimos para sedunda colocação do dia. O pregador provocou a todos nós, frades, a cultivarmos a vida fraterna. É nela que externalizamos nossas fraquezas e é por ela que nos purificamos, nos amadurecemos e crescemos na fé.

No início da noite celebramos a eucaristia e Dom Paulo reforçou a importância do carisma franciscano para a Igreja, da audácia em viver a proposta deixada por Francisco. Após o jantar tivemos a noite livre para conversas e partilhas com o Pregador.

Paz e Bem!

Frei Alef Henrique Pavini, OFM

Últimas Notícias

Frei Lucas Lisi: “A vocação do sacerdote é amar! Ame, ame e ame sempre!”

Frei Luís Fernando: “Lembre-se de sempre viver a profunda experiência de entrega ao Cristo pobre e crucificado!”

Os franciscanos chegam em Capinópolis/MG para Tríduo e Ordenação Presbiteral de Frei José Aécio, OFM

Em novembro, Papa pede que avanços da inteligência artificial sejam “humanos”

Aconteceu em Franca/SP, o último Encontro Vocacional Franciscano deste ano

Solenidade de todos os Santos e Santas: “Santos, filhos e filhas de Deus, fiéis ao mandato do amor!”