Frei Ignacio Ceja Jiménez, OFM é o novo Vigário Geral

Em 13 de maio de 2022, o Definitório Geral da Ordem, reunido na Cúria Geral em Roma/Itália, elegeu Frei Ignacio Ceja Jiménez, OFM para o serviço de Vigário Geral da Ordem dos Frades Menores, de acordo com o artigo 208 das Constituições Gerais da Ordem.

Frei Ignacio, é frade da Província Franciscana de São Francisco e São Tiago, nasceu em Guadalajara, no México, em 1961. Foi noviço de 1985 a 1986, fez a primeira Profissão em 1986, a Profissão Solene em 1988 e foi ordenado presbítero em 23 de maio de 1992.

Anteriormente foi Definidor Geral para a América Latina, Ministro Provincial da Província de São Francisco e São Tiago no México, Vigário Provincial da mesma, Mestre de Teologia, Mestre de Noviços e Guardião.

Frei Ignacio sucede o Frei Isauro Ulises Covili Linfati, OFM, que foi nomeado bispo de Iquique, Chile, em 23 de abril de 2022, pelo Papa Francisco.

Fonte: OFM

Vigário Geral é nomeado bispo pelo Papa Francisco

Eleito no dia 14 de julho do ano passado para o sexênio 2021-2027, o chileno Frei Isauro Ulises Covili Linfati recebeu neste sábado, 23 de abril, uma nova missão: foi nomeado bispo pelo Papa Francisco para a Diocese de Iquique, no Chile.

O comunicado de sua nomeação foi feito pelo Ministro Geral, Frei Massimo Fusarelli, na Sala Duns Escoto da Cúria Geral, após a recitação do Angelus, ao meio-dia. Frei Massimo saudou o seu confrade na nova missão e disse que, em nove meses, sua presença no Governo Geral da Ordem dos Frades Menores foi “serena e construtiva”. A mesma manifestação teve o Definitório Geral que desejou um frutífero ministério episcopal.

Frei Isauro é natural de Lumaco, Diocese de Temuco, onde nasceu no dia 22 de março de 1961, filho de Pablo e Cecília. Ingressou no Noviciado dos Frades Menores em 16 de julho de 1981 e professou temporariamente em 16 de janeiro de 1983. Fez a profissão definitiva na Ordem dos Frades Menores em 20 de março de 1987 e foi ordenado sacerdote no dia 23 de novembro de 1990, na Igreja São Francisco da Alameda de Dom Carlos Oviedo Cavada, junto com seus confrades Claudio Salgado e Jorge Guajardo.

Frei Isauro foi eleito Ministro Provincial da Província da Santíssima Trindade do Chile no dia 16 de outubro de 2016 para o sexênio de 2017-2022. Na ocasião, ele era pároco em “São José Operário” do setor La Antena e Vigário Provincial da Província chilena.

Frei Isauro tem pautado sua vida por uma evangelização inclusiva e transformadora. Viveu durante oito nos em uma fraternidade de inserção numa zona periférica de Santiago e durante dez anos trabalhou como membro da entidade de não violência Sebastián Acevedo (ações nas ruas), contra a tortura em tempos de Augusto Pinochet; e foi membro de um grupo de formação contra a impunidade no início dos anos 90.

Frei Isauro também dividia o tempo na animação do serviço de Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) e na Pastoral Vocacional. No seu currículo, foi moderador da Formação Permanente, secretário da Formação Inicial na Província e na Conferência do Cone Sul; foi Visitador Geral da Província de São Francisco Solano do Peru e da Província de São Pedro e São Paulo no México; foi Definidor Provincial, Vigário Provincial e participou do Conselho Plenário da Ordem em 2018.

AGRADECIMENTO DO MINISTRO GERAL

Frei Massimo Fusarelli saudou o novo bispo e irmão Isauro em nome de todo o Definitório Geral, com quem partilhou estes nove meses de serviço, muito importantes para o trabalho em favor da Ordem. “O serviço compartilhado com o irmão Isauro tem sido muito bom e fraterno; Até agora teve delegações muito delicadas para o governo da Ordem, especialmente na América do Sul e Central, Terra Santa e Marrocos. A vossa presença no Definitório geral é positiva e construtiva. Sentiremos sua ausência. Ao mesmo tempo, como Ministro do Definitório geral, desejamos a Frei Isauro um fecundo ministério episcopal no estilo de fraternidade e minoridade de São Francisco e da Ordem. Em espírito de corresponsabilidade eclesial, aceitamos este chamado para servir a Igreja no Chile em um momento em que se exige uma nova resposta ao serviço do Reino de Deus. Sabemos que a Igreja no Chile vive um momento de grande e nada fácil conversão. Estamos certos de que a presença humana, fraterna e pastoral do Irmão Isauro poderá dar, com a ajuda de Deus, uma ajuda válida”, disse Frei Massimo.


DISCURSO DE FREI ISAURO

Aos meus queridos Irmãos da Ordem dos Frades Menores,

O Senhor te conceda a paz!

Inicio estas palavras de ação de graças com o alegre anúncio da Vigília Pascal: “Aleluia, Aleluia, O Senhor ressuscitou, Aleluia Aleluia”. É a melhor e mais bela expressão de alegria, júbilo e de um futuro eterno que a Igreja tem para conter e expressar a vida e celebrar a Eucaristia, sacramento permanente da Kénosis de Jesus Cristo que enche toda a Igreja de esperança e de uma nova visão de toda a humanidade.

Compartilho com vocês que, assim como meus irmãos no último Capítulo Geral me escolheram para servir a Fraternidade como Vigário Geral, o Papa Francisco Bispo de Roma e da Igreja Universal me devolve ao Chile para ser Pastor-Bispo da diocese de Iquique .

Desde meus inícios vocacionais tenho claro de que vim para a vida franciscana para ser frade e assim me formei em minha Província do Chile. Servi com generosidade e alegria em muitos cargos confiados sem procurá-los.

Sou irmão franciscano de fé em Jesus Cristo pobre e crucificado e de uma comunidade-fraternidade que o expresse e anuncie de igual forma. Sempre procurei estar atento à situação dos mais pobres e aprender a ler o presente com os outros, em suas luzes e sombras.

Nestes dez meses na Cúria senti-me muito bem, colaborei e aprendi muitas coisas. Posso dizer-lhes que os irmãos que formamos esta Fraternidade internacional cultivamos um bom clima fraterno de respeito, oração, alegria, responsabilidade e trabalho. Cultivamos boas relações e colaboração entre os Definidores e, especialmente para mim, foi muito agradável trabalhar com Frei Massimo, Ministro, na animação da Ordem. Com simplicidade dei o meu melhor em tudo que me foi confiado.

Depois de falar com o Ministro e rezar, aceitei a nomeação do Papa Francisco. O que tem me ajudado é:

Nas últimas semanas rezei com o Ícone do Cristo de São Damião que, como todos sabemos, falou ao nosso pai São Francisco e a nós hoje “Ide e reparai a minha Igreja que ameaça ruir” (2Cel 10; LM 2, 1; TC 13).

A realidade que a Igreja vive no Chile com suas luzes e sombras. Especialmente o tema dos abusos e a necessidade de continuar seguindo o caminho da vida evangélica, reparação, simplicidade e sinodalidade.

Pessoalmente, não me apego a ofícios, aceito-os e vivo em liberdade como um dom recebido para servir. Os frades do Definitório geral saberão dar um novo frade para servir a Ordem como Vigário Geral.

Digo-vos que, a partir da minha experiência pastoral, e agora da nomeação de Bispo, me anima a ser Pastor no meio do Povo de Deus, caminhando com todos, atravessando fronteiras, fronteiras e sendo uma Comunidade chamada a configurar-se com o Ressuscitado que tem as pegadas da Cruz, para que muitos crucificados possam ser abraçados e abaixados da cruz com uma vida digna.

Confiando em Maria, Virgem feita Igreja, em São Francisco, em Santa Clara e em milhares de irmãos e irmãs de ontem e de hoje, discípulos fiéis de Jesus me ajudarão a ser pastor no estilo de Jesus.

Com eterna gratidão.

Frei Isauro Covili Linfati, OFM

Fonte: OFM / Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil