Fraternidades de Franca/SP e Ribeirão Preto/SP se reúnem para Retiro Espiritual

Franca (SP) – Imbuídos da mística franciscana e conduzidos pelo Espírito Santo, os frades residentes no Regional Nordeste do território da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, estiveram reunidos para a vivência regional do Retiro Espiritual, realizado em uma chácara na cidade de Franca/SP.

Estiveram presentes os frades que compõem as seguintes fraternidades: Fraternidade São Judas Tadeu (Sede Custodial), a Fraternidade Santa Maria dos Anjos (Convento Franciscano), ambas de Franca/SP e a Fraternidade Santo Antônio Maria Claret e Frei Galvão de Ribeirão Preto/SP.

Iniciou-se o retiro com a oração do Espírito Santo e logo em seguida, foram propostos dois materiais para leitura e reflexão. O primeiro foi a Carta do Ministro Geral, enviada após o Capítulo Custodial, celebrado em novembro de 2021. O outro material, foi um compilado de passagens das Fontes Franciscanas, onde relatam e refletem acerca do Berço da Ordem, a Porciúncula, Santa Maria dos Anjos, que celebramos no dia de hoje (02), dia do Perdão de Assis.

Terminadas as leituras e reflexões, concluímos a parte da manhã com a oração da Hora Média. Após, foi organizado o almoço e a tarde ficou livre para convivência, lazer e descanso, vivendo assim, um dia intenso em Fraternidade e em nível regional.

Gratos a Deus pelo dom da vida e vocação, pedimos sua benção para todas as nossas Fraternidades, para que sob a ação do Espírito Santo, cada uma delas possam perseverar no anúncio do Reino de Deus.

Fraternalmente,

Frei Alef Henrique Pavini, OFM

Concluída a reunião do Ministro Geral com os novos Provinciais e Custódios

Com a Celebração Eucarística presidida por Frei Massimo Fusarelli, , OFM, Ministro Geral, concluiu-se o encontro dos novos Ministros Provinciais e Custódios com o Ministro Geral e seu Definitório em Roma/Itália.

Tomando como ponto de partida o Evangelho do dia, o Ministro Geral falou da nota característica da missão franciscana: “As palavras do discurso missionário de Jesus no Evangelho de Mateus, que acabamos de ouvir, encontram-se no capítulo XVI da Regra não Bulada, quando Francisco envia seus irmãos entre os infiéis. Sabemos que os frades não são enviados ad gentes, mas inter gentes: esta é a nota característica e absolutamente nova da missão como Francisco a entende”.

O Ministro Geral acrescentou: “Como irmãos e menores, somos agora chamados a aderir a uma terra, um povo, uma cultura, algumas línguas e outras visões de mundo, amando-as e buscando humildemente ali os vestígios da presença do Deus da vida”.

Frei Massimo, OFM concluiu a homilia convidando os ministros a pedir ajuda ao Senhor para sair ao lado dos outros, viver entre os outros. “Que ele perdoe nosso distanciamento, nos cure de nossos medos e faltas de confiança. Que ele nos abra ao encontro e à escuta, que nos permita tocar as suas feridas nas nossas e nas dos nossos irmãos, que nos faça sinal da sua misericórdia que sempre salva e renova”.

O encontro, que começou em 29 de junho e concluiu nesta última sexta-feira (08), contou com a presença de 27 frades, incluindo Ministros provinciais e Custódios dos cinco continentes.

Fonte: OFM / Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Frei Massimo Fusarelli, OFM se reúne com os novos Ministros Provinciais e Custódios

“A sabedoria do Espírito amplia nossas fronteiras e nos ajuda a olhar para um horizonte mais amplo”: são as palavras com as quais o Ministro Geral, Frei Massimo Fusarelli, abriu o encontro anual do Definitório com os Ministros e Custódios provinciais, eleitos em os últimos dois anos. “Isso exige que amadureçamos, pessoalmente e com nossos irmãos, uma visão contemplativa da realidade, não apenas funcional e quase gerencial. Trata-se de exercer essa vigilância crente que está no coração da fé cristã e da nossa profissão de irmãos e menores”.

Tomando como ponto de partida os problemas e desafios que a Ordem enfrenta hoje, o Ministro convidou os participantes a ter um olhar de fé: “Aqui, em nossa vida e no serviço de lavar os pés de nossos irmãos, podemos descobrir a fonte de alegria de ser cada vez mais capaz de reconhecer o que o Senhor realizou entre nós, em nossos irmãos e em nossas Fraternidades em diversos níveis”.

A intervenção do Ministro foi seguida de um momento de perguntas e diálogo. Neste diálogo falaram da reestruturação da Ordem, do crescimento e envelhecimento de algumas províncias e da posição de algumas entidades perante os desafios que a sociedade de hoje coloca à Igreja.

O primeiro dia de trabalho terminou com a Celebração Eucarística em que se celebrou o onomástico do Ministro geral, presidida por Pe. Ignacio Ceja, Vigário Geral da Ordem. Durante sua homilia, o Vigário Geral destacou três aspectos importantes da vida dos apóstolos Pedro e Paulo, que são de grande ajuda para os novos ministros: a fé profunda no Senhor Jesus, a experiência viva de ser Igreja e o dinamismo da missão evangelizadora.

Nos dias seguintes, serão aprofundadas todas as áreas de serviço dos frades, desde a formação permanente e missionária até os escritórios de Justiça, Paz e Integridade da Criação, desde a gestão financeira das fraternidades até o acompanhamento dos frades em dificuldade. No próximo sábado também está previsto um dia espiritual com uma peregrinação no Vale do Rieti.

Da Conferência do Brasil e Cone Sul participam o Custódio Frei Fernando Aparecido dos Santos, OFM, desta Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, Frei Paulo Roberto Pereira, da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil; Frei Carlos Antônio da Silva Santos, da Província Franciscana do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil; Frei Hilton de Souza, da Província Franciscana de Santa Cruz;  Frei Rogério Viterbo de Sousa, da Custódia Franciscana das Sete Alegrias de Nossa Senhora; e Frei Carlos Paz, da Província Santíssima Trindade do Chile.

Fontes: OFM / Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

O apelo do Ministro Geral: O chamado missionário faz parte da nossa vocação

A todos os Irmãos da Ordem

Roma, 6 de maio de 2022

“O Senhor diz: ‘Eis que vos envio como ovelhas no meio de lobos. Portanto, sejam prudentes como as serpentes e simples como as pombas”. Portanto, aqueles irmãos que por inspiração divina desejam ir entre os sarracenos e outros infiéis, deixem-nos ir com a permissão de seu ministro e servo”. (RegNB XVI, 1-3)

Caros Irmãos de toda a Ordem que o Senhor te dê a paz!

De 10 a 23 de fevereiro de 2022, fiz pessoalmente a visita canônica à Custódia dos Santíssimos Protomártires de Marrocos para conhecer diretamente esta realidade que depende do Ministro geral.

Experimentei esta oportunidade como uma verdadeira peregrinação numa terra única, durante a qual cresceram em mim as palavras da Regra não marcada há pouco, e com ela a consciência de que aqui está em jogo um ponto essencial do nosso carisma: estar com e estar entre as pessoas como transparência da Encarnação e da Paixão, do Bem que habita em cada criatura. 

Ao percorrer esta terra, trouxe comigo os irmãos de toda a Ordem, sentindo que aqui estamos jogando com algo muito vital: aderir a uma terra, um povo, uma cultura, línguas e outras visões do mundo, amando-os e buscando neles humildemente os vestígios da presença do Deus da vida. Nossas Constituições dizem: “Como seguidores de São Francisco e primeiros missionários da Ordem, os frades devem estar fortemente preocupados em ir humilde e devotamente entre os povos da religião islâmica, para os quais também não há onipotência senão Deus”.

Vivemos esta vocação em muitas partes do mundo. Marrocos é o lugar onde Francisco, Clara e António gostariam de dar um testemunho radical de Cristo, e onde os Mártires da Ordem o viveram. Agradeço a todos os frades que aceitaram a inspiração divina de vir viver com e entre este povo, como resposta ao chamado interior de dizer novamente sim à vocação de Frades menores. Com estas simples palavras, é minha intenção recordar a todos os frades da Ordem a vocação missionária que pertence de dentro à nossa vocação, que morre sem manter vivo este impulso. A necessidade de novos irmãos é muito urgente:

  • Na Custódia de Marrocos, encontra-se em anexo a apresentação específica;
  • No Sudão e no Sudão do Sul, onde se exige o conhecimento do inglês e do árabe, esperamos Irmãos para o serviço de formação e para o serviço pastoral e missionário em Cartum e Juba;
  • Na Custódia da Terra Santa há necessidade de formadores e frades que, aprendendo as línguas, possam ingressar nas diversas formas que a missão neste lugar exige hoje.
  • Na Rússia e na Líbia, precisamos de irmãos que estejam disponíveis para a missão em contextos difíceis.

Peço aos frades que sentem este chamado que o escutem na oração, que façam um discernimento pessoal e com o seu Ministro e se apresentem comigo através do Secretariado Geral para as Missões e Evangelização. Agradeço-vos mesmo que seja apenas para ouvir este chamado, coração da nossa vocação. Com a bênção de São Francisco, que nos quer irmãos e menores no mundo, saúdo-vos fraternalmente.

Fr. Massimo Fusarelli, OFM (Ministro Geral)

Fonte: OFM

Consternação do Ministro Geral pelo assassinato de Frei Wilberth Daza Rodas, OFM na Bolívia

O Ministro Geral, Frei Massimo Fusarelli, expressou sua tristeza pelo assassinato de Frei Wilberth Daza Rodas, da Província Missionária de Santo Antônio, na Bolívia, no sábado santo, 16 de abril de 2022.

Segue abaixo a carta do Ministro Geral:

Caro irmão Ministro e todos os irmãos,
Que o Senhor lhes dê a paz!

Ontem, juntamente com o Definitório Geral, tomei conhecimento da triste notícia do assassinato de Pe. Wilberth Daza Rodas, depois da Vigília Pascal celebrada em Santa Cruz de la Sierra. A razão parece banal e a violência brutal do ataque provoca dor profunda e muitas perguntas. Certamente é também um sintoma da difícil situação social do país. Com isto, desejo expressar de maneira muito simples a minha proximidade e a de todos os irmãos do Definitório Geral à sua Província tão dolorosamente afetada, à família da vítima e a todos aqueles que o conheceram e o amaram.

Frei Wilberth – um irmão humilde e prestativo – encontrou-se com a Irmã Morte depois de celebrar aquele que derrotou a morte e saiu do sepulcro glorioso e vitorioso. Que o Senhor Ressuscitado vos acompanhe nos braços misericordiosos do Pai, envolto no Espírito e sustentado pela Virgem Imaculada e Nosso Pai São Francisco. Na companhia dos irmãos da Custódia de Marrocos com os quais começo hoje o Capítulo, rezemos pelo seu descanso eterno, pela sua família e por todos vós, juntamente com a intercessão de tantos irmãos da Ordem. Muitas vezes não entendemos o significado do que nos acontece e clamamos a Deus com nossa dor e nossa reivindicação. Também pedimos uma fé mais firme e profunda. Com estes sentimentos, envio-vos um abraço fraterno, irmãos, certo de que o Senhor saberá dar a sua consolação e restituir o bem que passa pela vida e dedicação do nosso irmão.

Com a bênção seráfica, seu irmão e servo,

Frei Massimo Fusarelli, OFM

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

75 anos: Com júbilo, frades celebram missa de abertura do jubileu em Franca/SP

Foto oficial, tirada logo após a celebração eucarística (Frades, Postulantes e Aspirantes)

A Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus celebrou nesta segunda-feira (18) a abertura dos festejos dos seus 75 anos de presença e missão no interior de São Paulo e Triângulo Mineiro. Já fazem todo esse tempo, quando dez missionário da Província Franciscana, presente do território de Nápoles/Itália, vieram para o solo brasileiro.

Para tanto, o custódio Frei Fernando Aparecido dos Santos, OFM, junto com alguns confrades das Fraternidades espalhadas pela extensão de nossa Custódia, celebraram uma solene missa nesta intenção especial. A celebração se deu na Paróquia São Judas Tadeu, em Franca/SP, onde está a sede Custodial.

Frei Fernando Ap. dos Santos, OFM (Custódio) proferindo a homilia

Na homilia, Frei Fernando enfatizou a importância histórica desse evento, recordando desde seu percurso inicial, do desejo de um antigo bispo de Jaboticabal/SP em ter missionários em sua diocese. Lembrou também que nesse tempo estava acontecendo a 2ª Guerra Mundial. Foi no ano de 1947 que os dez primeiros missionária partiram do Porto de Nápoles/Itália e, após 15 dias em alto mar, chegaram ao Porto do Rio de Janeiro/RJ (Brasil).

Neste clima de festa jubilar e também em ocasião pela oitava da Páscoa do Senhor Ressuscitado, Frei Fernando, em suas palavras, encorajou os confrades a olhar para o passado com gratidão, a ver os frutos que hoje são colhidos, que um dia foram plantados por estes missionários; e com a alegria do Senhor que nos sustenta olhar para o presente, com esperança na certeza de um futuro iluminado e edificante.


Íntegra da homilia – Missa de Abertura do Jubileu (75 anos)


Foto dos 10 primeiros frades missionários vindos de Nápoles/Itália e foto do último Capítulo Custodial (2021)

No momento das oferendas, rito que dá lugar a apresentação dos preciosos frutos dos trabalhos humanos, pão e vinho, e que se tornarão Corpo e Sangue do Senhor, foi-se também um momento de oferecer a Deus nossas gratidão e apresentar por meio de símbolos, como a Regra e Vida da Ordem dos Frades Menores, uma foto da Fraternidade Custodial, um par de sandália Franciscana, um banner e a vida de cada frade; a disponibilidade e coragem da Custódia em continuar a semear e cuidar do Reino de Deus instaurado no povo confiado a nós para evangelizar.

Por fim, passado todo o ritual da celebração eucarística, um belo poema foi recitado, apresentando, assim, um pouco da história inicial da Custódia, e que disponibilizamos a você, caro leitor, logo abaixo:


75 ANOS – Custódia SCJ

  • Irmãs e irmãos em Cristo
  • Jesus, o nosso amém!
  • Recebam a nossa saudação
  • De alegria, paz e bem!
  • Nesta noite tão formosa
  • Nesta noite cheia de luz
  • Onde vivemos a Páscoa
  • A vitória do bom Jesus
  • Comemoramos com alegria
  • Data, para nós singular
  • 75 anos de história
  • De nossa custódia vamos falar
  •  A muito tempo atrás
  • Em grande precisão
  • Um bispo pedira ajuda
  • Para compor uma missão
  • De nas terras brasileiras
  •  Abençoadas, altaneiras
  • Em São Paulo, uma região
  • Assumir com força e coragem
  • Na paroquia evangelização
  • Com os pobres e no social
  • Com orfanatos, educação.
  • Sendo ao nosso povo
  • Seguras e boas mãos
  • O pedido foi para Roma
  • E depois ao provincial
  • De Nápoles, aos frades menores
  • Numa graça sem igual
  • Ao chamado escutaram
  • E aceitaram tal e qual.
  • Em 45 o tal pedido
  • Um ano depois a concessão
  • Ganhara, Nápoles, Jaboticabal
  • Como terra de missão
  • Recebendo do ministro geral
  • O dileto e santo aval
  • Para a evangelização.
  • Frei Roque Biscione,
  • Frei Justino di Giorgio,
  • Frei Eugênio de Rosa,
  • Frei Marcelo Manilia,
  • Frei Januário Pinto,
  • Frei Benedito Faticato,
  • Frei Frederico Curatolo
  • Frei Leonardo Ferraro,
  • Frei Angelo Ruggiero
  • Frei Berardo Paolino.
  • Foram dez, os primeiros
  • Que aceitaram a missão
  • Vindo de tão longe
  • Para viver neste chão
  • Nesta vinha do senhor
  • Nessa messe, plantação.
  • Assumiram as paróquias
  • Que de vigários carecia
  • Por essas terras espalharam
  • Paz, amor e alegria.
  • O veio social da Custódia
  • Desde cedo já bramia
  • Num Brasil que Crescia
  • Naqueles anos o progresso
  • Mesmo dificultoso
  • O bendito acesso
  • Os primeiros frades levavam
  • Jesus nesse expresso
  • O tempo foi passando
  • A missão foi crescendo
  • E logo os primeiros frades
  • Do Brasil, aparecendo
  • Via-se ali
  • Nossa história se fazendo
  •  Até 2012
  • Era, esta, vinculada
  • A província napolitana
  • E numa atitude ousada
  • Nos tornamos independentes
  • Assumimos tal empreitada
  • Em 2013 uma aproximação
  • Muito santa começou
  • Com a Fundação N. Sra. de Fatima
  • E em 2016 se consolidou
  • Integração plena
  • O triangulo se achegou
  • Minas e São Paulo
  • Uma só se tornou.
  • Duas histórias se juntaram
  • Uma só se tornando
  • Dores divididas
  • Alegrias partilhando
  • Somos mais de 50 frades
  • Nesta noite celebramos
  • De nossa custódia querida
  • Seus 75 anos
  • E já que contamos a história
  • De nossa Custódia querida
  • lembremos então agora
  • Os que são história em vida
  • Frei Carmine e frei Filomeno
  • Figuras tão enaltecidas
  • Também não esqueçamos
  • O querido esmoler de Deus
  • O Frei Berardo Paolino
  • Que Vivia aqui entre os seus
  • Por fim, agradecemos
  • Ao nosso Deus Querido
  • Que Nos deu a santa graça
  • Dos 75 anos cumpridos
  • Parabéns por essa historia
  • Aos que vivem e tenham existido
  • Peçamos ao pai Seráfico
  • Olhai por nossa custódia
  • Rogai por nós a Deus
  • Que venham mais anos de história
  • Que o futuro vire presente
  • Que o presente seja memória
  • De pé, com alegria
  • Cantemos com o coração
  • Batendo nossas palmas
  • Com tamanha emoção
  • Que o órgão dê as notas
  • Do parabéns em canção

Frei João Paulo Gabriel Mendes de Moraes, OFM com a Benção Apostólica, lida pelo Custódio, Frei Fernando Ap. dos Santos, OFM

Após a apresentação do jogral, acolhemos a Benção Apostólica enviada por ocasião do jubileu dos 75 anos e lida pelo nosso Custódio. Seguidamente, o Secretário Custodial, Frei Alef Pavini, OFM, leu as mensagens enviadas pelas irmãs Clarissas de Marília/SP, bem como do nosso Ministro Geral, Frei Massimo Fusarelli, OFM. Terminada as homenagens, encerramos a celebração com a benção de São Francisco.

Agradecemos a Deus pela dádiva de nossas vocações, bem como pela vida e vocação dos frades que nos antecederam nesta árdua missão, como religiosos franciscanos. Que o seráfico pai São Francisco nos ajude perseverarmos neste santo propósito que abraçamos em nossas vidas.

Fraternalmente,

Equipe de Comunicação

Créditos/Imagens: K2 Fotografias (Ribeirão Preto/SP)


Transmissão | Missa de Abertura – Jubileu dos 75 anos

Exercícios espirituais dos Ministros Gerais Franciscanos e seus Definidores no Monte Alverne

De 4 a 9 de abril, no Santuário Franciscano do Monte Alverne, em Arezzo (Itália), realizaram-se os exercícios espirituais dos Ministros Gerais e dos Frades Definidores Gerais da Primeira Ordem Franciscana e da Ordem Terceira Regular: Ordem dos Frades Menores (OFM), Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, Ordem dos Frades Menores Conventuais e Ordem Terceira Regular (TOR).

Juntamente com os quatro Ministros Gerais – Frei Massimo Fusarelli, OFM, Frei Roberto Genuin, OFMCap, Frei Carlos Trovarelli, OFMConv, e Frei Amando Trujillo Cano, TOR- 26 irmãos que fazem parte dos Definitórios da Primeira Ordem participaram Monte Alverne.

Durante os três primeiros dias as reflexões foram conduzidas por Frei Antonio Ramina, OFMConv, Reitor da Basílica de San Antonio de Pádua, e os dois últimos dias por Frei Francesco, OFM, chefe da ermida do Alverne.

Os exercícios terminaram neste sábado, 9 de abril, com a reunião da Conferência de Ministros Gerais.

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Termina a 1ª Assembleia Ampliada da Conferência Franciscana do Brasil e Cone Sul

São Paulo (SP) – A 1ª Assembleia Ampliada da Conferência Franciscana do Brasil e Cone Sul terminou nesta sexta-feira, 25 de março, com a Celebração Eucarística às 10h30, na Casa de Eventos e Hospedagem Sagrada Família, no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Os frades das 12 entidades franciscanas que formam a Conferência estiveram reunidos desde a segunda-feira, dia 21.

O novo governo da Conferência – formado por Frei Daniel Alejandro Fleitas Zeni, Frei Fernando Aparecido dos Santos e Frei Marino Rohden – presidiu a Santa Missa neste dia solene da Anunciação do Senhor.

Na sua homilia, o presidente da Conferência, Frei Daniel Fleitas, lembrou que ontem também celebramos São Oscar Romero, um dos personagens mais luminosos por sua vida, sua história e seu carisma.

Ele nunca perdeu sua experiência de luta e o caminho de conversão dentro do ministério do seu serviço como pastor. Por isso foi chamado profeta de nosso tempo”, disse.

“Um profeta como no Evangelho está sempre disponível a anunciar, a descobrir e, sobretudo, buscar caminhos novos para a esperança”, acrescentou. O profeta, segundo o celebrante, sabe o tempo oportuno para a boa notícia e para a esperança.

Para Frei Daniel, os profetas não sou protagonistas da história com braços cruzados. “Nunca estão sentados. O profeta sempre abre caminhos. Arriscam sua própria vida”, lembrou.

“Irmãos, partilhamos quatro dias de escuta, de experiências e de intercâmbios. Que possamos levar essa experiência de vida às nossas comunidades e entidades. A Conferência não é uma experiência nacional, a conferência somos nós. A conferência do Brasil e Cone Sul é a expressão do anúncio da boa notícia. Eu os convido para que sejamos profetas como Romero, como Maria, que anunciam o caminho de esperança a nosso povo”, propôs.

“Como Maria, como São Romero, somos chamados a ser profetas.  Não detenhamos o tempo da graça. O profeta sabe entregar-se e sabe oportunamente deixar que outro continue. Que Maria seja para nós um compromisso de esperança e de alegria para para nosso povo e nossas entidades!”, pediu o celebrante.

No final da celebração, Frei Daniel agradeceu a todos os participantes, os frades do Governo Geral, especialmente o Definidor Frei César Külkamp, que acompanhou de perto o nascimento da nova entidade, os frades da Província da Imaculada pela organização da Conferência, através do Ministro Provincial Frei Paulo Roberto Pereira, as Irmãs da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição (CIIC), que acolheram este evento e todos os envolvidos nesta primeira Assembleia da Conferência.

Neste último dia, os frades votaram as propostas apresentadas pelos Ministros e Custódios e os secretários para a Formação e Estudos, secretários para as Missões e a Evangelização, moderadores para a Formação Permanente, coordenadores do Serviço de Animação Vocacional, Animadores da JPIC, Animadores da Pastoral Educacional.

Também foi dia de festa na Conferência pelos aniversariantes Frei Fidêncio Vanboemmel, ex-Ministro Provincial da Província da Imaculada e moderador da Formação Permanente, e Frei Rogério Viterbo de Souza, da Custódia das Sete Alegrias de Nossa Senhora.

O novo governo da Conferência e os coordenadores dos serviços

O Vigário Geral, Frei Isauro Covili, enviou a seguinte mensagem aos frades: “Gostaria de saudar todos os irmãos que participaram da Assembleia com grande entusiasmo e reflexão.  Saúdo especialmente os irmãos que foram eleitos para animar os diversos serviços, para o bem da Conferência. Convido a todos vocês a buscar sempre caminhos de fidelidade carismática, tendo em mente o Documento Final do Capítulo e as orientações para o período de seis anos. Certamente, vocês estabeleceram alguns desafios para este tempo e que o Senhor lhe dê seu Espírito para levá-los adiante. Com os melhores cumprimentos”, desejou Frei Isauro.

Moacir Beggo

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Frei Daniel é eleito presidente e Frei Fernando vice-presidente da nova Conferência Franciscana do Brasil e Cone Sul

São Paulo (SP) – As eleições do presidente e dos coordenadores dos serviços da 1ª Conferência Franciscana do Brasil e do Cone Sul foram os destaques neste quarto dia (24/3) da 1ª Assembleia Ampliada, que está em andamento na Casa de Eventos e Hospedagem Sagrada Família, no bairro Ipiranga, em São Paulo.

O novo governo da Conferência terá como presidente o argentino Frei Daniel Alejandro Fleitas Zeni, Ministro Provincial da Província de São Francisco Solano, com sede em Córdoba, Argentina, tendo como vice-presidente o brasileiro Frei Fernando Aparecido dos Santos, Custódio da Custódia do Sagrado Coração de Jesus (SP e MG). O Ministro Provincial da Província São Francisco de Assis (RS), Frei Marino Rohden, foi eleito secretário e o Definidor e Ecônomo da Província da Imaculada Conceição, Frei Robson Scudela, foi eleito Ecônomo.

Frei Daniel Alejandro Fleitas, OFM – Novo presidente da Conferência Franciscana do Brasil e Cone Sul

O serviço de Evangelização e Missão terá como primeiro coordenador, Frei Edgard Alves Pereira e, como segundo, Frei Cesar Sosa. Já o Serviço de Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) terá como primeiro coordenador Frei Alejandro Verón; como segundo, Frei Marx Rodrigues e Frei Joao Pablo. A educação terá quatro coordenadores: 1. Frei Claudino Gilz, 2. Frei Horacio Duarte, 3. Frei Alex Oliveira Almeida e 4. Frei Claudio Equiza. A Formação e Estudos elegeu: 1. Frei Fernado Ferrario e 2. Frei Marcos Andrade, enquanto a Formação Permanente será animada por Frei Marcos A. Bizerra de Melo. A Animação Vocacional terá: 1. Frei Jeâ Paulo Andrade e Frei Luis Cisterna.

Frei Daniel tem 52 anos e é natural de Salta, no Norte da Argentina. Ingressou na Ordem dos Frades Menores em 1988 e fez a Profissão Solene em 1994. Foi ordenado presbítero em 2000. Antes de ser eleito Ministro Provincial da Província São Francisco Solano em 2016, Frei Daniel foi mestre dos Professos Temporários por 11 anos, mestre dos postulantes por 4 anos, Secretário da Formação e Vigário Provincial por 9 anos. O novo presidente tem Licenciatura em Psicologia, curso que fez em Roma por cinco anos.

Frei Daniel agradeceu aos Ministros e Custódios, que confiaram a ele a animação desta Conferência e encarou com alegria e disposição de trabalhar “pela comunhão e colaboração do nosso carisma”.

Que avaliação o sr. faz desta Assembleia?

Na reunião com os Ministros e Custódios, fizemos uma avaliação e creio que superamos as expectativas para esta Assembleia, para este passo novo da Conferência. A avaliação que fizemos foi positiva, em primeiro lugar pela disposição dos frades. Eles receberam como boa notícia este novo passo, depois destaco a participação, a escuta, o intercâmbio que houve entre os irmãos, numa boa troca de experiências. Isso foi mais do que esperávamos. Me alegro com as conclusões que chegamos.

Que perspectivas se apresentam para o sr. esta nova entidade?

A primeira é conhecer mais as Províncias, suas experiências, riquezas e valores. Essas experiências podem nos acompanhar, ajudar-nos nas nossas limitações, nas nossas necessidades que teremos. Creio que a Ordem, a Cúria Geral, nos convida a repensar e apontar a vida religiosa que queremos? Que Ordem queremos viver neste tempo? Qual Ordem que teremos para, juntos, animar e apoiar? Enfim, que animação franciscana queremos para Brasil, Paraguai e Argentina?

Como fazer a animação de uma entidade tão grande, talvez a maior da Ordem?

Sim, ela é a maior da Ordem. Creio que é importante confiar nos irmãos e na disposição dos que foram eleitos para os serviços. A comunicação também será muito importante neste momento para criar vínculos novos. Creio que este é o momento de aproveitar esta energia, esse entusiasmo, esse intercâmbio. Não podemos perder esse entusiasmo criado.

A próxima Assembleia da Conferência será de 25 a 27 de agosto na cidade de Lambaré, próxima da capital Assunção, no Paraguai.

O GESTO DE CLARA

O dia começou com a Celebração Eucarística, às 7 horas, na capela da Casa de Eventos e Hospedagem Sagrada Família e foi presidida pelo presidente da União das Conferências Franciscanas da América Latina (UCLAF), José Alírio Urbina Rodriguez, e concelebrada pelo Ministro Provincial da Província da Imaculada Conceição, Frei Paulo Roberto Pereira, e pelo Ministro Provincial da Província da Santíssima Trindade (Chile), Frei Carlos Paz.

Na leitura de um trecho do livro “Sabedoria de um pobre”, o autor Eloi Leclerc diz que Clara sabia que Francisco apreciava muito flores. “E pensava que isso o ajudaria a arrancar do seu coração as plantas amargas. — Agradeço-vos — disse Francisco tomando o saquinho das sementes. Terei nisso muito gosto. Semeá-las-ei. E, com Leão, despediu-se de Clara e de suas irmãs”. Este gesto foi repetido pelos frades durante a Missa. Os provinciais entregaram para seus confrades saquinhos com sementes de flores.

Nos espaços de animação, os frades tiveram como tarefas: recordar para que foi convocada a Assembleia:  descobrir o nascimento de uma nova Conferência, um novo espaço de animação para nossas entidades em nossos países, conhecer e compartilhar e propor caminhos de animação; O que precisamos de mais importante de cada serviço de animação para este momento? Propostas de ação, agenda possível e modos de comunicação; mediações de curto e longo prazo; recolher as experiências e propô-las? Criar e/ou transformar novas possibilidades e propostas dos irmãos para a animação.

O dia também foi reservado para a foto histórica desta primeira Assembleia da nova Conferência do Brasil e Cone Sul.

MEMORIAL SANTA PAULINA

Os frades que estão hospedados na Casa de Eventos e Hospedagem Sagrada Família, no bairro do Ipiranga (SP), fizeram ‘um tour’ nesta quinta-feira (24) no Memorial Santa Paulina. Conduzidos pela Ir. Luciana Feitosa, conheceram a trajetória histórica da primeira santa brasileira, mulher humilde e corajosa que trilhou o caminho da santidade; o oratório, onde ela costumava fazer suas orações; a cronologia de sua vida; e os objetos de uso pessoal.

Santa Paulina morreu aos 76 anos, nesta Casa Geral em São Paulo, dia 9 de julho de 1942, com fama de santidade, pois viveu em grau heroico as virtudes de fé, esperança e caridade e demais virtudes. Nesta Casa ela passou os últimos 24 anos de sua vida.

O Oratório em que Madre Paulina passava até 10 horas em oração.

O Memorial mostra os passos missionários da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição, em diferentes países. Com os pais, irmãos e outras famílias da região de Trentino Alto Ádige, emigra para o Brasil em 1875 e, antes de completar dez anos, passa a morar em Vígolo, na cidade de Nova Trento, em Santa Catarina, na região sul do Brasil.

Madre Paulina foi canonizada no dia 19 de maio de 2002, na Praça de São Pedro, e passou a ser chamada de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus.

O Memorial é aberto de terça-feira a domingo, das 9h às 16h.

Moacir Beggo

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil