Fraternidade Missionária de Capaccio/Itália celebra missa pelo jubileu de 75 anos, com a presença do Custódio

Na tarde desta segunda-feira (27), foi celebrada a missa em comemoração do Jubileu dos 75 anos da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, com a presença do nosso Custódio, Frei Fernando Aparecido dos Santos, OFM que realiza visita a Fraternidade Missionária durante estes dias. Na oportunidade, acolheu a renovação dos votos da Fraternidade Local, a saber: Frei Emanuel Fernando Pereira, OFM, Frei Flaerdi Silvestre Valvassori, OFM e Frei Pedro Neto Alves Lima, OFM.

A celebração contou com a participação das Fraternidades da OFS de Capaccio, Capoluogo e Capaccio Scalo; também estiveram várias pessoas das paróquias de Capaccio e Monteforte.

Durante a homilia, os frades fundadores foram lembrados, bem como o espírito missionário que os guiou. Ao término da celebração, Frei Fernando, OFM agradeceu a acolhida dada pelo povo aos frades em Capaccio e de modo especial, um agradecimento à Sra. Teresa Martorano, Ministra da OFS  (Convento), pela grande ternura com que acompanha os frades e pelo dom da vida, pois coincidiu com o dia de seu aniversário natalício.

Após a missa, aconteceu um momento festivo no claustro do Convento, carregado de muita alegria, fraternidade, cantos e comidas típicas. Gratos somos a Deus pela dádiva da vocação Franciscana e rogamos ao Senhor da messe que sempre envie missionários para o seu Reino.

Fraternalmente,

Frei Flaerdi Silvestre Valvassori, OFM

75 anos: Gratos a Deus pela vida e vocação franciscana, frades concluem o ano jubilar com celebração em Olímpia/SP

Olímpia (SP) – Com júbilo no coração e radiantes pela alegria fraterna, a cidade Menina Moça acolheu na noite desta sexta-feira (17) em seu Santuário Nossa Sra. Aparecida, os frades da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus para celebrarem o encerramento do ano jubilar dos 75 anos de presença em terras brasileiras, no interior do estado de São Paulo, Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

Dom Milton Kenan Júnior, Bispo Diocesano de Barretos/SP

A celebração foi presidida pelo ordinário local, Dom Milton Kenan Júnior, Bispo Diocesano de Barretos/SP e contou com a presença dos frades da Fraternidade Custodial, os noviços do Noviciado Comum de Catalão/GO, bem como fiéis de todas as frentes de Evangelização da Custódia.

Preparada com esmero e carinho para bem acolher a todos os presentes, a equipe de acolhida do Santuário esteve prontamente recebendo e orientando a todos os que iam chegando. Marcada com imagem do Sagrado Coração de Jesus, patrono da Custódia, o ambiente e presbitério foram ornamentados de acordo com a simplicidade franciscana.

Com a autorização de Dom Milton, os frades celebraram antecipadamente a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus e na oportunidade do jubileu dos 75 anos, renovaram os compromissos da Vida Religiosa, como realizado todos os anos.

No momento do ato penitencial, o Custódio, Frei Fernando Aparecido dos Santo, OFM, realizou as três invocações em formas de súplicas, pedindo perdão pelas vezes que os frades não cumpriram com o compromisso de consagrados, pelo bem do povo de Deus.

Dom Milton proferindo a homilia

Dom Milton Kenan em sua homilia, realizou uma breve recordação histórica dos primeiros missionários franciscanos vindos para o Brasil, a importância da missionariedade, bem como a audácia de avançar águas mais profundas para anunciarem o Evangelho, regra de vida dos Frades Menores.

Após a homilia, os frades solenes realizaram a renovação dos seus compromissos de consagrados: “Para o louvor e glória da Santíssima Trindade, Eu, Frei ………, hoje, celebrando a graça de ……. anos de profissão na vida religiosa franciscana, quero renovar o meu compromisso de vida radicalmente evangélica. Nesse jubileu de 75 anos da chegada dos primeiros frades italianos ao Brasil, reafirmamos o nosso compromisso de testemunhar a Regra e a Vida dos Frades Menores, já professada e assumida livremente por cada um de nós. Reconhecemos nossa pequenez pessoal e os limites da nossa missão enquanto fraternidade custodial. Pedimos perdão por nossas faltas cometidas nesses 75 anos de história! Confiando na misericórdia infinita de seu Filho Jesus, nos recomendamos à sua bondade, pela intercessão de Maria Imaculada, a mãe dos menores, de São Francisco e Santa Clara, assim como todos os santos e santas da Ordem seráfica. Confirmamos, de todo o coração, a nossa entrega a essa fraternidade Custodial, e imploramos o auxílio do Espírito Santo, e a ajuda fraterna de todos, para que tendamos sempre mais à caridade perfeita e ao serviço alegre e generoso à Deus, à Igreja e aos homens.”

Após a comunhão, alguns leigos do Santuário e também os aspirantes e postulantes, prepararam uma homenagem aos frades, onde recordaram a chegada dos 10 primeiros frades missionários italianos.

Terminada a apresentação, Frei Fernando, OFM fez os agradecimentos, destacando a importância de cada Frade e Fraternidade onde reside. Recordou também de cada Obra Social que é acompanhada pela Custódia, bem como rendeu graças pela presença e companhia das Irmãs Clarissas e as Irmãs Franciscanas Pequenas Missionárias Eucarísticas, que estão presentes no território Custodial. Na oportunidade, o Custódio também agradeceu a presença do Prefeito Municipal da Estância Turística de Olímpia/SP, Sr. Fernando Augusto Cunha.

Finalizada a celebração com a benção solene dada pelo Bispo Local, os frades, postulantes e aspirantes, tiraram uma foto oficial e em seguida, partiram para o Salão Paroquial FENOSSA, onde todos foram acolhidos com um coquetel.

Repleto de criatividade e retorno as origens, o Salão Paroquial conduziu com sua ornamentação e organização, uma bela viagem histórica à Nápoles/Itália, cidade de onde partiram os 10 primeiros frades, vindos da Província do Sagrada Coração de Jesus, província-mãe da Custódia.

A apresentação realizada ao término da celebração, continuou no palco do FENOSSA, junto das belíssimas apresentações de danças do GODAP (Grupo Olimpiense de Danças Parafolclóricas), que encantaram os presentes. Após as apresentações, conforme iam servindo o coquetel, todos os frades, formandos e fieis que ali estavam, puderam adentrar nas salas de catequese, pois foram preparadas e ornamentadas com temáticas específicas, separadas por décadas.

Gratos a Deus pelas vidas doadas dos primeiros frades missionários, rendemos graças a Deus pela vinda destes irmãos, dos já partiram para a casa do Pai e por todos os que no hoje, continuam construindo a história da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, bem como, dos que ainda hão de vir somar com a Fraternidade Custodial. Rendemos também graças a Deus por cada fiel leigo que colaborou e contribuiu com a Custódia e que hoje, já se encontra na Pátria Celeste. E de modo especial ainda, por todos os que somam com cada frade no hoje da história, presentes nas frentes de evangelização de nossa entidade, na porção do interior de São Paulo e Triângulo Mineiro. Que pela intercessão do Seráfico pai São Francisco, Deus vos abençoe!

Fraternalmente,

Frei Alef Henrique Pavini, OFM

Créditos/Imagens: K2 Fotografias (Ribeirão Preto/SP)

Fraternidade Franciscana e obras sociais de Bebedouro/SP celebram Santo Antônio e o jubileu dos 75 anos da Custódia

Nesta segunda-feira (13), dia em que comemoramos o dia de Santo Antônio, a Fraternidade Franciscana de Bebedouro/SP comemorou o jubileu dos 75 anos da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, junto da solenidade do santo, patrono de uma da sobras sociais de nossa Custódia, o Educandário Santo Antônio. A festa começou na sexta-feira (10), onde toda a comunidade celebrou o tríduo em preparação para o dia do santo franciscano.

Na segunda-feira (13) pela manhã, houve celebração eucarística preparada e participada pelos membros do Educandário. As crianças e adolescentes estiveram junto com quase todos os colaboradores do Educandário, alguns dos diretores e algumas famílias.

À noite foi celebrada a Eucaristia com toda a comunidade local, rezando por todos os colaboradores do Educandário e também da outra obra social de nossa Custódia, a Casa de Santa Clara. A comunidade homenageou os franciscanos que passaram por Bebedouro/SP, bem como a Fraternidade atual. A celebração foi concluída com a bênção e distribuição dos pães de Santo Antônio e carreata pelas ruas de Bebedouro/SP.

Que Santo Antônio interceda por todos os que se dedicam aos mais necessitados, buscando proporcionar condições de vida digna, de modo especial a estas crianças e adolescentes presentes nas obras sociais, que são acompanhadas pelos Frades Franciscanos. Deus vos abençoe!

Fraternalmente,

Frei Valmir Ramos, OFM

Convento de Franca/SP celebra Quermesse em louvor a Santo Antônio e missa em gratidão pelos 75 anos da Custódia

Franca (SP) – Radiantes de alegria, o povo Francano prestigiou neste final de semana (10 a 12/06) a grandiosa e tradicional “Quermesse de Santo Antônio”, promovida pelos Frades Franciscanos, formandos e benfeitores do Convento Santa Maria dos Anjos, em vista do sustento da formação dos novos e futuros frades, que ali são formados.

Localizado na Rodovia Nelson Nogueira, Km 3,5, o Convento Franciscano abriga atualmente 8 formandos, sendo 5 aspirantes e 3 postulantes, primeira e segunda etapa respectivamente. Junto deles, residem 5 frades que conduzem e gerenciam a formação e a administração da casa formativa. Também acolhe os frades em seus retiros, assembleias, formações, dentre outros momentos da Fraternidade Custodial.

Com início marcado para sexta-feira (10), Frei Eduardo Augusto Schiehl, OFM celebrou na véspera (09), a missa de envio na intenção de todos os benfeitores e fiéis que trabalhariam durante estes dias no festejo. Louvou e rendeu graças a Deus pela disponibilidade de cada irmão e irmã que abraçou este compromisso com a Formação Franciscana. Disse ainda durante a celebração: “É o amor que nos une! É o amor que nos dá força para perseverarmos! Tudo o que fizermos, será para louvor e honra de Cristo, que nos amou e se entregou por cada um de nós!”

Ansiosos pela presença do povo de Deus, a sexta-feira (10) foi repleta de trabalho, dedicação e preparação dos últimos detalhes, para bem acolher e manifestar a alegria franciscana a todos aqueles que sustentam a formação e os frades por meio das orações e doações. As 19h aconteceu a oração do terço, seguida do levantamento do mastro em honra a Santo Antônio e a dança da quadrilha. Por fim, um dos momentos mais esperados durante estes dois últimos anos: a abertura da Festa, que foi iniciada com a oração conduzida pelo guardião, Frei Eduardo, OFM.

Repleta de amigos, conhecidos e benfeitores de toda a Fraternidade Custodial, as barracas se preenchiam com afeto, partilhas e muita festa. Não só os residentes da terra do calçado estiveram presentes, mas também toda a região e inclusive, fiéis e frades de outras localidades onde a Custódia têm presença.

O sábado (11), dia este que se recordou do aniversário de Frei Berardo Paolino, OFM, um dos primeiros frades italianos que vieram em missão para o Brasil, e que faleceu em setembro de 2014, enterrado neste Convento; aconteceu a missa presidida pelo Frei Joaquim Camilo Alves, OFM, que atualmente reside em Uberlândia/MG como pároco da Paróquia Nossa Sra. de Fátima e que tempos atrás, residiu em Franca/SP como formador. Em sua homilia, enfatizou como Santo Antônio é querido por todo o povo, em especial os mais simples e disse: “Olhemos para Santo Antônio, seu exemplo de carinho e amor, sua simplicidade e capacidade de amar e obedecer a Jesus Cristo, a exemplo do seráfico pai, São Francisco […]”. Após a celebração, iniciou-se o segundo dia da quermesse, recheada de calor humano e alegria.

Marcado com a presença do confrade e bispo, Dom Frei Irineu Andreassa, OFM, bispo diocesano de Ituiutaba/MG, o domingo (12) iniciou com a celebração eucarística por ele presidida e concelebrada pelos confrades da Fraternidade Local. Frei Irineu, OFM foi o primeiro frade a adentrar ao Convento quando construído, juntos dos formandos da época e acompanhados da imagem de Nossa Sra. de Fátima, que marcou presença durante a missa. Em sua homilia destacou a importância de deixar o Espírito de Deus conduzir as nossas vidas. Disse também, “[…] que a graça de Deus esteja sempre conosco, junto do Pai, em unidade com o Filho, sob a ação do Espírito Santo, trindade esta, que nos ensina e nos faz amar, nos faz sermos pessoas que radiam alegria e amor por onde passamos”.

A celebração também foi marcada pela memória e recordação dos primeiros frades italianos missionários, uma vez que a Custódia está em ano jubilar, celebrando seus 75 anos de presença no interior de São Paulo e Triângulo Mineiro. Na oportunidade, o guardião, Frei Eduardo, OFM recordou a importância do povo para os frades e agradeceu pelo amor e carinho a cada frade que por aqui já passou, reside e que ainda passará. Terminada a celebração, deu-se continuidade a festa de Santo Antônio, sendo este o terceiro e último dia.

Gratos a Deus pela disponibilidade de todos que colaboraram, bem como dos que estiveram presentes e puderam prestigiar essa tradicional quermesse, a Fraternidade Local roga a Deus suas bençãos e dádivas por cada um. A você que de maneira direta ou indireta, colaborou e ainda colabora com o bom êxito da formação e do Convento Franciscano Nossa Sra. dos Anjos de Franca/SP, Deus vos abençoe sempre!

Fraternalmente,

Frei Alef Henrique Pavini, OFM

Fraternidade Franciscana e fiéis da Paróquia Nossa Sra. de Fátima de Uberlândia/MG, celebraram missa em gratidão pelos 75 anos da Custódia

Em sintonia com os festejos jubilares dos 75 anos da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, nossa Fraternidade Franciscana de Uberlândia/MG, por meio da Paróquia Nossa Sra de Fátima, celebrou neste sábado (04) uma missa recordando tal data.

Junto aos fiéis participantes, foi dada especial ênfase à dimensão missionária do carisma franciscano. Já que uma das características da vivência cristã – na força do Espírito Santo – é a missão, foram compartilhados ao longo de toda a Celebração aspectos que ressaltam esta vocação de levar o Evangelho, isto é, a Boa Nova de Jesus Cristo.

Com gratidão pela fecunda história construída por nossos primeiros frades missionários, que deixaram sua pátria-mãe e aqui desembarcaram com ardor evangélico; lembrando o específico da missionariedade herdada de São Francisco (por meio dos símbolos franciscanos: sandálias, coroa franciscana e a Regra Bulada); e esperançosos de que nunca se perca o ideal de continuarmos a construção do Reino de Deus, a Comunidade unida na oração, louvou e glorificou o ‘Altíssimo, Onipotente e Bom Senhor’ por sua benevolência e providência em prol do seu povo.

Também foi mencionada a vinda dos 06 frades da Província Salernitano-Lucana (Frei Egídio, Frei Adalberto, Frei Gennaro, Frei Marcello, Frei Lino e Frei Giuliano), que vieram para o Brasil em 13 de agosto de 1953. Assim, especificamente no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, foi lembrado que está prestes a se completar 69 anos de presença franciscana.

Na certeza de que recordar também é viver, e no espírito fraternal com todos os irmãos e irmãs que comungam do legado franciscano, espalhados em todo o território custodial, nós aqui em Uberlândia/MG fizemos memória desta belíssima história da qual, hoje, somos protagonistas!

O Senhor vos dê a sua paz!

Frei Leandro José Sanches, OFM

75 anos: Com júbilo, frades celebram missa de abertura do jubileu em Franca/SP

Foto oficial, tirada logo após a celebração eucarística (Frades, Postulantes e Aspirantes)

A Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus celebrou nesta segunda-feira (18) a abertura dos festejos dos seus 75 anos de presença e missão no interior de São Paulo e Triângulo Mineiro. Já fazem todo esse tempo, quando dez missionário da Província Franciscana, presente do território de Nápoles/Itália, vieram para o solo brasileiro.

Para tanto, o custódio Frei Fernando Aparecido dos Santos, OFM, junto com alguns confrades das Fraternidades espalhadas pela extensão de nossa Custódia, celebraram uma solene missa nesta intenção especial. A celebração se deu na Paróquia São Judas Tadeu, em Franca/SP, onde está a sede Custodial.

Frei Fernando Ap. dos Santos, OFM (Custódio) proferindo a homilia

Na homilia, Frei Fernando enfatizou a importância histórica desse evento, recordando desde seu percurso inicial, do desejo de um antigo bispo de Jaboticabal/SP em ter missionários em sua diocese. Lembrou também que nesse tempo estava acontecendo a 2ª Guerra Mundial. Foi no ano de 1947 que os dez primeiros missionária partiram do Porto de Nápoles/Itália e, após 15 dias em alto mar, chegaram ao Porto do Rio de Janeiro/RJ (Brasil).

Neste clima de festa jubilar e também em ocasião pela oitava da Páscoa do Senhor Ressuscitado, Frei Fernando, em suas palavras, encorajou os confrades a olhar para o passado com gratidão, a ver os frutos que hoje são colhidos, que um dia foram plantados por estes missionários; e com a alegria do Senhor que nos sustenta olhar para o presente, com esperança na certeza de um futuro iluminado e edificante.


Íntegra da homilia – Missa de Abertura do Jubileu (75 anos)


Foto dos 10 primeiros frades missionários vindos de Nápoles/Itália e foto do último Capítulo Custodial (2021)

No momento das oferendas, rito que dá lugar a apresentação dos preciosos frutos dos trabalhos humanos, pão e vinho, e que se tornarão Corpo e Sangue do Senhor, foi-se também um momento de oferecer a Deus nossas gratidão e apresentar por meio de símbolos, como a Regra e Vida da Ordem dos Frades Menores, uma foto da Fraternidade Custodial, um par de sandália Franciscana, um banner e a vida de cada frade; a disponibilidade e coragem da Custódia em continuar a semear e cuidar do Reino de Deus instaurado no povo confiado a nós para evangelizar.

Por fim, passado todo o ritual da celebração eucarística, um belo poema foi recitado, apresentando, assim, um pouco da história inicial da Custódia, e que disponibilizamos a você, caro leitor, logo abaixo:


75 ANOS – Custódia SCJ

  • Irmãs e irmãos em Cristo
  • Jesus, o nosso amém!
  • Recebam a nossa saudação
  • De alegria, paz e bem!
  • Nesta noite tão formosa
  • Nesta noite cheia de luz
  • Onde vivemos a Páscoa
  • A vitória do bom Jesus
  • Comemoramos com alegria
  • Data, para nós singular
  • 75 anos de história
  • De nossa custódia vamos falar
  •  A muito tempo atrás
  • Em grande precisão
  • Um bispo pedira ajuda
  • Para compor uma missão
  • De nas terras brasileiras
  •  Abençoadas, altaneiras
  • Em São Paulo, uma região
  • Assumir com força e coragem
  • Na paroquia evangelização
  • Com os pobres e no social
  • Com orfanatos, educação.
  • Sendo ao nosso povo
  • Seguras e boas mãos
  • O pedido foi para Roma
  • E depois ao provincial
  • De Nápoles, aos frades menores
  • Numa graça sem igual
  • Ao chamado escutaram
  • E aceitaram tal e qual.
  • Em 45 o tal pedido
  • Um ano depois a concessão
  • Ganhara, Nápoles, Jaboticabal
  • Como terra de missão
  • Recebendo do ministro geral
  • O dileto e santo aval
  • Para a evangelização.
  • Frei Roque Biscione,
  • Frei Justino di Giorgio,
  • Frei Eugênio de Rosa,
  • Frei Marcelo Manilia,
  • Frei Januário Pinto,
  • Frei Benedito Faticato,
  • Frei Frederico Curatolo
  • Frei Leonardo Ferraro,
  • Frei Angelo Ruggiero
  • Frei Berardo Paolino.
  • Foram dez, os primeiros
  • Que aceitaram a missão
  • Vindo de tão longe
  • Para viver neste chão
  • Nesta vinha do senhor
  • Nessa messe, plantação.
  • Assumiram as paróquias
  • Que de vigários carecia
  • Por essas terras espalharam
  • Paz, amor e alegria.
  • O veio social da Custódia
  • Desde cedo já bramia
  • Num Brasil que Crescia
  • Naqueles anos o progresso
  • Mesmo dificultoso
  • O bendito acesso
  • Os primeiros frades levavam
  • Jesus nesse expresso
  • O tempo foi passando
  • A missão foi crescendo
  • E logo os primeiros frades
  • Do Brasil, aparecendo
  • Via-se ali
  • Nossa história se fazendo
  •  Até 2012
  • Era, esta, vinculada
  • A província napolitana
  • E numa atitude ousada
  • Nos tornamos independentes
  • Assumimos tal empreitada
  • Em 2013 uma aproximação
  • Muito santa começou
  • Com a Fundação N. Sra. de Fatima
  • E em 2016 se consolidou
  • Integração plena
  • O triangulo se achegou
  • Minas e São Paulo
  • Uma só se tornou.
  • Duas histórias se juntaram
  • Uma só se tornando
  • Dores divididas
  • Alegrias partilhando
  • Somos mais de 50 frades
  • Nesta noite celebramos
  • De nossa custódia querida
  • Seus 75 anos
  • E já que contamos a história
  • De nossa Custódia querida
  • lembremos então agora
  • Os que são história em vida
  • Frei Carmine e frei Filomeno
  • Figuras tão enaltecidas
  • Também não esqueçamos
  • O querido esmoler de Deus
  • O Frei Berardo Paolino
  • Que Vivia aqui entre os seus
  • Por fim, agradecemos
  • Ao nosso Deus Querido
  • Que Nos deu a santa graça
  • Dos 75 anos cumpridos
  • Parabéns por essa historia
  • Aos que vivem e tenham existido
  • Peçamos ao pai Seráfico
  • Olhai por nossa custódia
  • Rogai por nós a Deus
  • Que venham mais anos de história
  • Que o futuro vire presente
  • Que o presente seja memória
  • De pé, com alegria
  • Cantemos com o coração
  • Batendo nossas palmas
  • Com tamanha emoção
  • Que o órgão dê as notas
  • Do parabéns em canção

Frei João Paulo Gabriel Mendes de Moraes, OFM com a Benção Apostólica, lida pelo Custódio, Frei Fernando Ap. dos Santos, OFM

Após a apresentação do jogral, acolhemos a Benção Apostólica enviada por ocasião do jubileu dos 75 anos e lida pelo nosso Custódio. Seguidamente, o Secretário Custodial, Frei Alef Pavini, OFM, leu as mensagens enviadas pelas irmãs Clarissas de Marília/SP, bem como do nosso Ministro Geral, Frei Massimo Fusarelli, OFM. Terminada as homenagens, encerramos a celebração com a benção de São Francisco.

Agradecemos a Deus pela dádiva de nossas vocações, bem como pela vida e vocação dos frades que nos antecederam nesta árdua missão, como religiosos franciscanos. Que o seráfico pai São Francisco nos ajude perseverarmos neste santo propósito que abraçamos em nossas vidas.

Fraternalmente,

Equipe de Comunicação

Créditos/Imagens: K2 Fotografias (Ribeirão Preto/SP)


Transmissão | Missa de Abertura – Jubileu dos 75 anos