JMJ 2023: Custódia se prepara com as juventudes para se encontrar com o Papa em Lisboa/Portugal

O Secretariado para a Missão e Evangelização da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, abraçando uma de suas frentes de evangelização, o setor de juventudes, em parceria com o SAV (Serviço de Animação Vocacional) que propaga o anúncio do Reino de Deus “Vinde e Vede” (Jo 1, 39), chegamos até você, querendo lhe propor algo audacioso e bem diferente… Queremos que você, junto de nossos frades, vivencie a experiência da JMJ 2023, que acontecerá em Lisboa/Portugal.


O que é?

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é um encontro dos jovens de todo o mundo com o Papa. É, simultaneamente, uma peregrinação, uma festa da juventude, uma expressão da Igreja universal e um momento forte de evangelização do mundo juvenil. Apresenta-se como um convite a uma geração determinada em construir um mundo mais justo e solidário. Com uma identidade claramente católica, é aberta a todos, quer estejam mais próximos ou mais distantes da Igreja. 

Como surgiu?

Há quem lhe chame a mais bela invenção de João Paulo II. Em 1984, o Papa quis organizar um encontro no Domingo de Ramos, em Roma, para celebrar o jubileu dos jovens inserido no Ano Santo da Redenção 1983-1984. Esperavam-se 60 mil peregrinos. Acorreram 250 mil de muitos países. 

A experiência foi de tal modo significativa para toda a Igreja, que o Santo Padre resolveu repeti-la no ano seguinte. Nesse encontro, 300 mil jovens repartiram-se entre as igrejas da cidade para momentos de oração e catequese, reunindo-se, depois, na praça de São Pedro para participar na celebração com o Papa. Ainda nesse ano de 1985, João Paulo II escreve uma Carta Apostólica aos jovens do mundo inteiro e anuncia, a 20 de dezembro, a instituição da Jornada Mundial da Juventude.  

Dirigindo-se ao Colégio Cardinalício e à Cúria Romana, o Papa explicava assim a criação da JMJ: «Todos os jovens devem sentir-se acompanhados pela Igreja: é por isso que toda a Igreja, em união com o Sucessor de Pedro, se sente mais comprometida, a nível mundial, a favor da juventude, das suas preocupações e pedidos, da sua abertura e esperanças, para corresponder à suas aspirações, comunicando a certeza que é Cristo, a Verdade que é Cristo, o amor que é Cristo, através de uma formação apropriada». 


Venha conhecer…

Nossa Custódia deseja oferecer aos nossos jovens, a oportunidade de, além de participarem da JMJ em Lisboa/Portugal com um grupo fraterno das juventudes da Custódia, deseja ainda realizar uma experiência de imersão na espiritualidade franciscana, visitando Assis/Itália, fazendo uma experiência de peregrinação como Pré-Jornada na terra de São Francisco de Assis, bem como em Roma/Itália. Depois, seguir para Lisboa/Portugal, onde acontecerá a JMJ.

Por isso, participe de nossa “Reunião Online” no dia 05 de julho deste ano, onde você poderá saber os detalhes e os encaminhamentos para abraçar de vez este projeto. Visite a nossa página com formulário de inscrição e venha se aventurar conosco.

PAZ e BEM!

Fraternalmente,

Frei Lucas Lisi Rodrigues, OFM (Secretário para a Missão e Evangelização)

Papa pede aos jovens que sigam Maria na escuta, coragem e serviço

Andressa Collet (Vatican News)

“Ao falar sobre a família, quero começar por me dirigir primeiro aos jovens”, inicia Francisco na mensagem em vídeo do mês de maio com a intenção de oração que o Pontífice confia à Igreja Católica através da Rede Mundial de Oração do Papa. Ele pede para rezar pela fé dos jovens e cita Maria como modelo para poder se identificar na “coragem, escuta e dedicação ao serviço”:

“Ela foi corajosa e determinada em dizer ‘sim’ ao Senhor. Vocês, os jovens que querem construir algo novo, um mundo melhor, sigam o seu exemplo, arrisquem-se. Não se esqueçam que para seguir Maria precisam discernir e descobrir o que Jesus quer de vocês, e não o que vocês pensam que podem fazer.”

A importância de ouvir os avós

E, nesse discernimento, alerta o Papa, além do exemplo de Maria, “é muito útil escutar as palavras dos avós”. Francisco novamente fala da importância em encontrar na mensagem dos avós “uma sabedoria” que irá levar os jovens para questões que vão além do momento atual, dando “uma visão geral das preocupações”.

No entanto, os jovens também precisam ser mais escutados. “Precisamos criar mais espaços onde a voz dos jovens possa ser ouvida”, Francisco escreve na exortação Christus vivit. Esse pedido do Pontífice já foi acolhido em 2019 pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, ao criar um organismo internacional para representar os jovens a fim de encorajar a participação e a corresponsabilidade nas Igrejas particulares. E é precisamente em colaboração com esse dicastério que o Vídeo do Papa de maio foi produzido: o primeiro de uma série de três, com intenções de oração que serão dedicadas à família, em junho, e aos idosos, em julho.

Maria e a JMJ Lisboa

O exemplo de Maria para os jovens, indicado pelo Papa Francisco no vídeo, é sublinhado pelo Padre João Chagas, responsável pelo Setor Jovens do Dicastério para os Leigos, Família e Vida, ao lembrar que “o tema da próxima Jornada Mundial da Juventude, a JMJ Lisboa 2023, será mariano: ‘Maria levantou-se e partiu apressadamente’ (Lc 1, 39). Toda a viagem de preparação para este evento é um convite aos jovens para se erguerem e ajudarem o mundo a fazê-lo. Na sua última mensagem aos jovens, o Santo Padre fez o seguinte convite: ‘ajudemo-nos mutuamente a erguer-nos juntos, e neste momento histórico difícil seremos profetas de novos tempos, cheios de esperança. Que a Virgem Maria interceda por nós’ (Papa Francisco, Mensagem para a XXXVI JMJ)”.

O Pe. Frédéric Fornos, diretor internacional da Rede Mundial de Oração do Papa, obra pontifícia que conta com uma seção juvenil, o Movimento Eucarístico Jovem, recordou que desde o início do seu pontificado, o Papa Francisco tem sublinhado a importância de um novo entendimento entre as gerações, em particular entre avós e netos. Ele comentou: “Não é por acaso que Francisco gosta frequentemente de recordar o profeta Joel: ‘Depois disto, derramarei o meu espírito sobre cada homem, e os vossos filhos e as vossas filhas tornar-se-ão profetas; os vossos anciãos terão sonhos, os vossos jovens terão visões’ (Joel 3,1; cf. Atos 2,17). Com a intenção de oração deste mês, no contexto do processo sinodal, o Papa Francisco lança luz sobre a formação dos jovens no discernimento: como podemos ajudar os jovens, seguindo o estilo de Maria, a ouvir, a discernir, a reconhecer os apelos do Senhor e a servir no mundo de hoje? Este é certamente o papel dos idosos, que podem ajudar os jovens nesta tarefa. Rezemos juntos por esta intenção de oração”, como exorta o Papa:

“Rezemos, irmãs e irmãos, para que os jovens, chamados a uma vida plena, descubram em Maria o estilo de escuta, a profundidade do discernimento, a coragem da fé e a dedicação ao serviço.”

Fonte: Vatican News

Mensagem de Francisco em vista da JMJ: jovens, sejam originais!

Queridos jovens, bom dia! 

Estou a olhar para agosto de 2023! A um ano e alguns meses… 

Estou a olhar para Portugal, estou a olhar para Lisboa, estou a olhar para Fátima, estou a olhar para o encontro de todos vocês… 

E vocês, em Portugal e nos vários países, estão a trabalhar como voluntários e a olhar no mesmo sentido. 

E não é fácil! Não é fácil porque andamos de crise em crise. 

Saímos de uma crise pandémica, entramos numa crise económica e agora estamos na crise da guerra, que é um dos piores males que pode acontecer! 

No meio de todas estas crises, vocês têm de preparar e ajudar para que o evento de agosto de 2023 seja um evento jovem, um evento fresco, um evento com vida, um evento com força, um evento criativo. 

Não vivam dos rendimentos, do que se fez nos outros encontros. Vocês têm de criar o encontro. Se vocês não forem criativos, se vocês não forem poetas, este encontro não vai resultar, não vai ser original, vai ser uma fotocópia de outros encontros. E como dizia o jovem beato italiano: cada um de nós tem de ser original, não uma fotocópia. E o encontro tem de ser original, com o contributo de todos. Vocês têm de o criar. Animem-se e sigam em frente! 

As crises superam-se juntos, não sós. E as crises põem-nos à prova para sairmos melhores. Iguais não se sai das crises: saímos melhores ou piores. E o desafio que se coloca hoje é para sairmos melhores! E o melhor de vocês é serem criativos: vocês são criativos, poetas! Façam essa poesia da criatividade a olhar para agosto de 2023. 

Acompanho-os desde aqui! Rezo por vocês e vocês façam-no por mim. E rezo por todos os jovens que vão participar, seja pessoalmente, seja por meios telemáticos. 

Rezo para que este encontro seja um encontro fecundo. Que cada um de nós saia melhor do que chegou. Peço-lhes, por favor, que rezem por mim, porque eu também preciso que me sustentem com a oração. 

Que Jesus os abençoe e a Virgem cuide de vocês! 

Até agosto!

Papa Francisco

Fonte: Vatican News

JMJ 2023: Jornada de Lisboa será nos dias 1 a 6 de agosto

Rui Saraiva (Portugal)

A organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023 anuncia nesta segunda-feira dia 4 de outubro que a edição de Lisboa, em Portugal, será de 1 a 6 de agosto. As datas são agora reveladas num comunicado que cita D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa:

“É com muita alegria que revelamos que a Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 se realizará de 1 a 6 de agosto de 2023. O anúncio desta data da JMJ neste dia de S. Francisco de Assis é um momento muito importante para todos. Há muito que os jovens de todo o mundo desejavam conhecer a data da JMJ Lisboa 2023 para preparar com maior detalhe a vinda a Lisboa. Esperamos que os 22 meses que nos conduzirão à JMJ sejam um tempo de evangelização para todos” – considera D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa.

Neste momento, são já mais de 400 os voluntários, na sua maioria portugueses, que estão a colaborar com a organização da JMJ Lisboa 2023 no Comité Organizador Local (COL). 

Entretanto, em cada uma das 21 dioceses de Portugal existem também já Comités Organizadores Diocesanos (COD) que dinamizam no seu território o caminho de preparação para o evento.

Do caminho percorrido até agora podemos recordar um importante momento como foi a passagem da Cruz peregrina e do Ícone mariano, símbolos da JMJ, dos jovens do Panamá àqueles de Portugal. A 22 de novembro de 2020, na Solenidade de Cristo Rei, numa Eucaristia na Basílica de S. Pedro, o Papa Francisco exortou os jovens a não renunciarem aos grandes sonhos e disse-lhes para fazerem obras de misericórdia:

“Não renunciemos aos grandes sonhos. Não nos contentemos com o que é devido. O Senhor não quer que restrinjamos os horizontes, não nos quer estacionados nas margens da vida, mas correndo para metas altas, com júbilo e ousadia. Não fomos feitos para sonhar as férias ou os fins-de-semana, mas para realizar os sonhos de Deus neste mundo. Ele tornou-nos capazes de sonhar, para abraçar a beleza da vida. E as obras de misericórdia são as obras mais belas da vida. Se tens sonhos de verdadeira glória – não da glória passageira do mundo, mas da glória de Deus, esta é a estrada; porque as obras de misericórdia dão mais glória a Deus do que qualquer outra coisa” – sublinhou o Papa Francisco na receção dos símbolos da JMJ em Roma pelos jovens portugueses.

A JMJ Lisboa 2023 decorre em Portugal de 1 a 6 de agosto. Até lá os símbolos da JMJ peregrinam pelas dioceses de Portugal de novembro 2021 a julho 2023. O tema da JMJ 2023 é: “Maria levantou-se e partir apressadamente” (Lc 1, 39). 

Fonte: Vatican News

JMJ 2023: lançado o hino oficial com o título “Há pressa no ar”

Entrega dos Símbolos da JMJ 2023 na Basílica de São Pedro

Rui Saraiva (Porto)

“Há pressa no ar” é o título do hino oficial da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de Lisboa 2023 e foi apresentado nesta quarta-feira, 27 de janeiro.

O hino tem letra do padre João Paulo Vaz e música de Pedro Ferreira, professor e músico, ambos da diocese de Coimbra, no centro de Portugal. Os arranjos são do músico Carlos Garcia.

A canção, inspirada no tema da JMJ Lisboa 2023 [«Maria levantou-se e partiu apressadamente» (Lc1,39)], desenvolve-se em torno do ‘sim’ de Maria e da sua pressa para ir ao encontro da prima Isabel, como relata a passagem bíblica.

Hino Oficial da JMJ 2023 – Lisboa/Portugal

Ao cantar este hino, os jovens de todo o mundo são convidados a identificarem-se com Maria, dispondo-se ao serviço, à missão e à transformação do mundo. A letra evoca também a festa da JMJ e a alegria centrada na relação com Deus.

A canção oficial da JMJ Lisboa 2023 foi escolhida em concurso nacional, aberto à participação de portugueses maiores de idade. O Comité Organizador Local (COL) recebeu mais de uma centena de candidaturas, que foram analisadas por um júri composto por profissionais das áreas da música e das artes.

Como requisitos principais para a participação na competição foi pedido aos participantes que o hino oficial se inspirasse no lema da JMJ 2023, definido pelo Papa Francisco, nos objetivos da JMJ, entre os quais sobressai o da evangelização e também na cultura portuguesa.

O tema foi gravado, em duas versões: em português e na versão internacional em cinco idiomas (português, inglês, espanhol, francês e italiano).

Recordemos que neste dia 27 de janeiro completam-se 3 anos do anúncio oficial da edição portuguesa da Jornada Mundial da Juventude. Foi durante a edição do Panamá de 2019. Em 2023 será em Lisboa.

Fonte: Vatican News

Rumo à JMJ Lisboa 2023: apresentado o logotipo!

Foi apresentado nesta sexta-feira (16/10) o logotipo da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023.

No dia 16 de outubro se comemora a eleição papal de São João Paulo II, fundador deste encontro internacional de jovens que tem marcado gerações em todo o mundo.

O novo logotipo da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) foi inspirado pelo tema escolhido pelo Papa Francisco para a edição da JMJ, que terá lugar em Lisboa («Maria levantou-se e partiu apressadamente», Lc 1, 39) e pelos traços da cultura e religiosidade portuguesas.

A autora é Beatriz Roque Antunes, jovem designer portuguesa de 24 anos. Estudou Design em Londres e atualmente trabalha numa agência de comunicação, em Lisboa.

“Como nos diz a passagem que é o tema da JMJ Lisboa 2023, Maria não se acomoda e vai visitar a prima. É esse o convite aos jovens: que não se acomodem, que façam acontecer, que construam e não deixem o destino do mundo nas mãos dos outros. Precisamos todos que os jovens tomem o mundo nas suas mãos”, diz a vencedora do concurso.

O elemento central do logotipo é a Cruz. Esta é atravessada por um caminho onde surge o Espírito Santo. Trata-se de um convite aos jovens para que não se acomodem e sejam protagonistas da construção de um mundo mais justo e fraterno. As cores (verde, vermelho e amarelo) evocam a bandeira portuguesa. 

Cruz: A Cruz de Cristo, sinal do amor infinito de Deus pela humanidade, é o elemento central, de onde tudo nasce.

Caminho: Tal como indica o relato da Visitação que dá tema à JMJ Lisboa 2023, Maria parte, pondo-se a caminho para viver a vontade de Deus, e dispondo-se a servir Isabel. Este movimento sublinha o convite feito aos jovens para renovarem ‘o vigor interior, os sonhos, o entusiasmo, a esperança e a generosidade’ (Christus Vivit, 20). A acompanhar o caminho surge, ainda, uma forma dinâmica que evoca o Espírito Santo.   

Terço: A opção pelo terço celebra a espiritualidade do povo português na sua devoção a Nossa Senhora de Fátima. Este é colocado no caminho para invocar a experiência de peregrinação que é tão marcante em Portugal.

Maria: Maria foi desenhada jovem para representar a figura do Evangelho de São Lucas (Lc 1, 39) e potenciar uma maior identificação com os jovens. O desenho exprime a juvenilidade própria da sua idade, característica de quem ainda não foi mãe, mas carrega em si a luz do mundo. Esta figura aparece levemente inclinada, para mostrar a atitude decidida da Virgem Maria.

A partir de hoje, também está online o site da JMJ, que está disponível em www.lisboa2023.org.

Fonte: Vatican News