Eleito o novo governo da Província Santa Cruz (MG)

No sexto dia do Capítulo Provincial da Província Santa Cruz, após a celebração eucarística realizada na capela do Seminário Seráfico Santo Antônio, em Santos Dumont/MG, os frades se reuniram nos grupos para discutir sobre as prioridades, moções e orientações para o triênio (2022–2024). Logo após, dirigiram para a sala capitular para apresentar as discussões realizadas nos grupos de reflexão.

Após a aprovação das prioridades capitulares, houve a eleição dos definidores que, juntamente com Frei Hilton Farias de Souza, ministro provincial, e Frei Gabriel José de Lima Neto, vigário provincial, animarão a caminhada da província no próximo triênio são eles: Frei Arlaton Luiz Soares de Oliveira, OFM, Frei Valter Pinto Vieira Júnior, OFM, Frei Adilson Corrêa da Silva, OFM e Frei Oton da Silva Araújo Júnior, OFM.

Realizada a eleição do novo governo provincial, todos se dirigiram à capela onde o presidente do capítulo, Frei Reginaldo Rômulo Monte Canto, presidiu a celebração de confirmação do novo governo da Província Santa Cruz para o triênio (2022-2024) que ficou assim constituído:

  • Frei Hilton Farias de Souza – Ministro Provincial
  • Frei Gabriel José de Lima Neto – Vigário Provincial
  • Frei Arlaton Luiz Soares de Oliveira – Definidor Provincial
  • Frei Valter Pinto Vieira Júnior – Definidor Provincial
  • Frei Adilson Corrêa da Silva – Definidor Provincial
  • Frei Oton da Silva Araújo Júnior – Definidor Provincial

Peçamos ao Espírito Santo, ministro geral da Ordem dos Menores, que ilumine nossos confrades no exercício de seus ministérios e lhes dê paz, sabedoria, humildade e perseverança para condução de seus trabalhos.

Frei Pedro Henrique Ferreira Duarte e Frei Robério Antunes Ruas, pela Equipe de Comunicação do Capítulo Provincial 2022

Fonte: Província Santa Cruz (MG)

Eleito o novo governo da Província Franciscana de Nossa Senhora da Assunção (MA/PI)

A Província Franciscana de Nossa Senhora da Assunção (MA e PI), tem alegria de celebrar 70 anos de fundação, missão e profecia nestas terras, e tem como tema desta celebração: “Celebrando a vida – Nossa história, nosso Horizonte” e como lema: “E vimos sua estrela…” (Mt 2,2).

Nesta ocasião a Província celebra e realiza o seu Capítulo Provincial intermediário no qual são escolhidos irmãos para animar a vida fraterna provincial. Os Frades eleitos foram: Frei Cristóvão Jackson dos Santos Melo, OFM, Frei Gilberto Magno da Cruz, OFM, Frei João Paulo Andrade Moreira, OFM e Frei Pedro Nazário de Sousa Filho, OFM. Ficarão neste serviço por um triênio.

Neste momento tão importante da nossa história, renovamos o compromisso de sermos uma presença de Deus, sinal de fraternidade universal e profecia, nestas terras maranhenses e piauienses, a exemplo de Francisco e Clara de Assis, para a Igreja e todo o Reino de Deus.

Rezemos pelas vocações de Nossa Igreja, Nossa Ordem e em especial de nossa Província.

O Senhor vos abençoe e vos guarde!

PAZ e BEM!

Secretaria Provincial (Província Franciscana Nossa Senhora da Assunção – MA e PI)

Aberto o Capítulo Provincial da Província Santa Cruz (MG)

O capítulo provincial é um momento de grande importância para a direção da vida e missão dos frades na província. No capítulo são escolhidas as prioridades de atuação para os próximos três anos.

O Capítulo Provincial 2022 da Província Santa Cruz começou no dia 04 de janeiro com a celebração eucarística presidida por Frei Hilton Farias de Souza, Ministro Provincial, no Guardianato Santo Antônio, em Santos Dumont-MG.

Antes de iniciar a celebração eucarística, devido à pandemia da COVID-19, todos os presentes foram testados. Os espaços utilizados para o capítulo também foram devidamente organizados, respeitando o distanciamento.

O capítulo provincial é um momento de grande importância para a direção da vida e missão dos frades na província. No capítulo são escolhidas as prioridades de atuação para os próximos três anos. Além disso, no capítulo provincial é eleito o governo provincial. No nosso caso, o governo da Província Santa Cruz é constituído por um ministro provincial, um vigário provincial e quatro definidores provinciais.

Após a celebração eucarística, os frades se dirigiram à Sala Capitular em procissão solene, precedida pelo Círio Pascal e pelo Evangeliário. Na sala capitular, Frei Reginaldo Rômulo Monte Canto, visitador geral e presidente do capítulo, tomou a palavra e se dirigiu aos presentes.

Em seguida, foi realizada a chamada dos capitulares e as ausências foram justificadas. Estão presentes no encontro mais de 85 frades, 61 deles capitulares, isto é, aqueles que elegem o governo provincial.

Por conseguinte, Frei Oton da Silva Araújo Júnior – em nome da Comissão Preparatório do Capítulo  –  fez uma memória dos passos e encaminhamentos (atribuições, processo de preparação, circulares, orações) realizados durante o ano de 2021 em vistas da celebração do capítulo provincial. Além disso, submeteu à aprovação dos capitulares as sugestões de nomes para as equipes de trabalho (secretário do capítulo, subsecretários, auxiliares, comissão de redação e síntese, moderadores, escrutinadores, peritos, equipe de liturgia, cronometristas e sineteiros, equipe de comunicação) e a agenda do capítulo.

Por fim, Frei Valter Pinto Vieira Júnior e Frei Arlaton Luiz Soares de Oliveira leram e submeteram à aprovação a ordem do Capítulo.

Os frades seguem reunidos em capítulo até o dia 10 de janeiro, segunda-feira.

Frei Pedro Henrique Ferreira Duarte e Frei Robério Antunes Ruas, pela Equipe de Comunicação do Capítulo Provincial 2022

Fonte: Província Santa Cruz (MG)


Identidade Visual oficial do Capítulo Provincial – 2022

Eleito o novo governo da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Na tarde desta segunda-feira, 29 de novembro, os frades capitulares presentes no Seminário Santo Antônio de Agudos – 110 professos solenes votantes – elegeram o novo Vigário Provincial e os seis Definidores que formarão o novo governo da Província da Imaculada Conceição para o próximo sexênio (2022-2027), com o Ministro Provincial Frei Paulo Roberto Pereira.


COM O ENCERRAMENTO DAS ELEIÇÕES HOJE, FICA ASSIM O GOVERNO PROVINCIAL:

MINISTRO PROVINCIAL – FREI PAULO ROBERTO PEREIRA, OFM

Frei Paulo Pereira, aos 53 anos, foi eleito em segundo escrutínio, com 56 votos, em sessão capitular no Seminário Santo Antônio de Agudos (SP), no dia 27 de novembro.

Mineiro de Juiz de Fora, Frei Paulo nasceu no dia 18 de dezembro de 1967 e vestiu o hábito franciscano no dia 10 de janeiro de 1987. Sua profissão temporária foi no dia 11 de janeiro de 1988. Já a Profissão Solene foi feita na Ordem dos Frades Menores no dia 25 de setembro de 1993. No dia 19 de março de 1995 foi ordenado presbítero.

Em 1995 foi transferido para o Seminário Santo Antônio de Agudos como orientador e professor. Voltou para a Baixada Fluminense, onde morou como estudante, para ser guardião e pároco da Paróquia São Francisco em Duque de Caxias. Em 2000 foi eleito Definidor para o triênio 2001-2003 e passou a residir no Seminário de Ituporanga, acumulando a função de animador provincial da Pastoral Vocacional.

Em 2002, residiu no Convento das Graças em Guaratinguetá ainda como animador vocacional. Em 2003, passou a residir na Fraternidade São Boaventura de Rondinha como mestre dos frades de profissão temporária no tempo de Filosofia. Em 2003, foi reeleito Definidor para o triênio 2004-2006, passando a residir na Fraternidade do Navio, em Lages, como animador vocacional e presidente da Fundação Frei Rogério de Curitibanos. Em 2004, como orientador, voltou ao Seminário Santo Antônio de Agudos, acumulando a função de animador vocacional e vigário da casa.

No Capítulo Provincial de 2009 foi transferido para a Fraternidade do Divino Espírito Santo de Vila Velha (ES), acumulando as funções de guardião, pároco e vice-secretário da Evangelização. Em 2016, reeleito Definidor para o triênio 2016-2018, passou a residir no Convento da Penha como reitor do Santuário. Foi reeleito mais uma vez Definidor em 2018, desta vez para o triênio 2019-2021, sendo reconfirmado como guardião da Fraternidade do Convento da Penha.


VIGÁRIO PROVINCIAL – FREI GUSTAVO MEDELLA, OFM

Frei Gustavo Medella, aos 43 anos, foi reeleito Vigário Provincial da Província Franciscana da Imaculada Conceição em primeiro escrutínio, com 93 votos (110 votantes) em sessão capitular no Seminário Santo Antônio de Agudos (SP), que começou às 14h30 desta segunda-feira, 29 de novembro.

Natural da cidade serrana de Petrópolis, no estado do Rio de Janeiro, Frei Gustavo Medella nasceu no dia 19 de setembro de 1978. É filho de Célia Regina e Jorge Luiz Medella e irmão mais velho de André (1981) e Thaís (1984).

Quando garoto, o gosto pela comunicação se manifestou desde pequeno, graças especialmente ao avô que, com seu radinho a tiracolo, encantava-o. Em 1989, seus pais se mudaram para o prédio onde funcionava a Rádio Imperial de Petrópolis. Ali se formou a base do futuro comunicador. Em pouco tempo, fez amizade com os radialistas, e descia até o estúdio para acompanhar ao vivo os programas. “Aquilo foi me entusiasmando, fazia brincadeiras em casa de programa de rádio, punha minha avó para ler receitas, minha mãe para dar dicas de outros assuntos… E com aquele gosto, fui crescendo, aquilo foi tomando corpo em mim, na minha vida, até que decidi fazer faculdade de comunicação, habilitação em Jornalismo por gostar muito de rádio”, recorda.

Na Universidade, trabalhou na assessoria de imprensa da entidade, que se chamava na época Coordenação de Imagem Institucional da Universidade Federal de Juiz de Fora. No estágio, também participou de um treinamento em telejornalismo na TV Panorama, que era filiada à Rede Globo em Juiz de Fora. Depois de se formar, continuou trabalhando na TV Panorama, primeiro ajudando na organização do arquivo de imagens, e depois, no último momento, no portal de pesquisa que se chamava IPanorama.com, abastecendo-o de notícias. O rádio não poderia faltar no seu currículo: Rádio Solar em Juiz de Fora; Rádio Universitária e até uma ajuda no jornalismo da TV Cidade Imperial.

Ao mesmo tempo que cultivava essa paixão, ele soltava a voz no Coral dos Canarinhos de Petrópolis, onde ingressou aos 8 anos, em 1987. Foi nesse contato próximo com os frades, entre eles o saudoso Frei José Luiz Prim, Frei César Külkamp, Frei Marcos Antônio Andrade, do Convento do Sagrado Coração de Jesus e do Colégio dos Canarinhos, que descobriu outra paixão. “Lembro-me que aos domingos, depois da missa das dez, sempre passava na sacristia para dar uma espiadinha e via o contato dos frades com o povo, ou como o povo procurava-os para conversar, contar um pouco do que lhes acontecia nas suas vidas, e pensava: “Que contato bonito, que proposta de vida bonita de estar a serviço dos outros, de doar seu tempo, seus dons pelos outros!”. Essa vontade falou mais alto do que a do comunicador.

Em 2002, Gustavo ingressou como aspirante no Seminário São Francisco de Assis, em Ituporanga; em 2003, fez o Postulantado no Seminário Frei Galvão em Guaratinguetá (SP); em 2004, vestiu o hábito franciscano no Noviciado em Rodeio (SC); e cursou de Filosofia no Instituto São Boaventura em Rondinha (PR), de 2005 a 2006, porque já tinha curso universitário; e, de 2007 a 2010, cursou a Faculdade de Teologia, em Petrópolis (RJ).

Fez a profissão solene no dia 2 de outubro de 2010 e foi ordenado presbítero no dia 2 de julho de 2011, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, escolhendo o lema que está no Salmo 40: “Eis que venho fazer com prazer a vossa vontade, Senhor!”. Sua primeira transferência, em 1º de dezembro de 2010, foi para o Seminário São Francisco de Assis, em Ituporanga, como orientador e Professor (diácono); em 12 de dezembro de 2012 veio para o Convento São Francisco, no centro de São Paulo, a serviço da Frente da Comunicação e da Educação. Em 20 de fevereiro de 2014 foi nomeado Vigário Paroquial da Paróquia São Francisco e integrou a Comissão Preparatória do Capítulo das Esteiras de 2014.

Frei Gustavo Medella foi eleito Definidor e se manteve como coordenador da Frente de Comunicação em 2016 até 2018, quando no Capítulo Provincial de 2018 foi eleito Vigário Provincial para o triênio 2019-2021, serviço que ele desenvolveu também como Secretário para a Evangelização. Em 2020 também acumulou o cargo de Secretário Provincial.


DEFINIDOR – FREI DANIEL DELLANDREA, OFM

Natural de Ascurra, em Santa Catarina, Frei Daniel nasceu no dia 25 de janeiro de 1981. É filho de Terezinha e Sérgio Dellandrea e irmão de Frei Gabriel Dellandrea, que é frade estudante do quarto ano de Teologia. Os dois têm mais um irmão, Elton.

Frei Daniel vestiu o hábito de São Francisco no Noviciado de Rodeio, onde sua família reside, no dia 10 de janeiro de 2000. Fez a profissão solene no dia 2 de agosto de 2005. Foi ordenado diácono no dia 21 de abril de 2007 e presbítero no dia 18 de outubro de 2008.

Frei Daniel teve como primeira transferência o Seminário Santo Antônio em Agudos. Depois foi transferido para o Seminário Frei Galvão, em Guaratinguetá, como guardião, seguindo depois para a  Paróquia Santo Amaro da Imperatriz, onde foi pároco  e vigário da Fraternidade. No triênio anterior,  assumiu a função de vice-secretário do Secretariado da Evangelização, no lugar de Frei César Külkamp, que assumiu como Vigário Provincial no lugar de Frei Evaristo Spengler.

Neste triênio que se encerra, foi pároco da Paróquia Santa Inês, em Balneário Camboriú e Definidor da Província.


DEFINIDOR – FREI JOÃO FRANCISCO DA SILVA, OFM

Natural de São Paulo, Frei João Francisco nasceu no dia 9 de julho de 1969. Filho de Antônio Oliveira e Maria Lindete da Silva (in memorian), ele é o penúltimo de oito irmãos. Frei João Francisco ingressou na Ordem Franciscana ao fazer a primeira profissão religiosa no Noviciado de Rodeio em 2006. Como já tinha o curso universitário, ficou um ano em Rondinha (Filosofia) e cursou Teologia de 2008 a 2011. Foi ordenado diácono pelo Cardel Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, no dia 10 de março de 2012. Professou solenemente na Ordem no dia 7 de agosto de 2011.

“Sou feliz e realizado em minha vocação”. Assim dizia Frei João Francisco da Silva antes de ser ordenado presbítero no dia 6 de outubro de 2012, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Sapopemba, São Paulo.

No ano de sua ordenação, foi transferido para a Fraternidade São José, em Guaratinguetá/SP, como guardião, serviço que continuou até este Capítulo. Foi reeleito Definidor no Capítulo Provincial de 2018 e continuou na função de Secretário da Formação e Estudos.


DEFINIDOR – FREI ROBSON LUIZ SCUDELA, OFM

Natural de Cordilheira Alta, no Oeste Catarinense, Frei Róbson nasceu no dia 27 de outubro de 1986 e vestiu o hábito franciscano no dia 8 de janeiro de 2006, em Rodeio.

O mais novo dos três filhos do casal Luís e Maria Scudela, cresceu na comunidade rural de Fernando Machado, onde teve a base de família, cresceu no trabalho, na oração, no estudo primário, na catequese. Fez o seu acompanhamento vocacional com os frades de Coronel Freitas (SC). Com 14 anos de idade, seguiu para o Seminário Santo Antônio em Agudos (SP), onde cursou o Ensino Médio e fez o Aspirantado em 2004. Depois de cumprir as etapas do Aspirantado e Noviciado, em dezembro de 2006 foi atendido à profissão temporária na Ordem Franciscana, na igreja Matriz de Rodeio.

Em seguida cumpriu o programa de formação juntamente com o Curso de Filosofia em Rondinha, município de Campo Largo (PR). Terminado este tempo de três anos, fez o pedido para um tempo de estágio na Missão de Angola.

Foi aceito e passou lá os dois últimos anos: um em Quibala (Postulantado) e em Malanje (Aspirantado). Cursou os quatro anos de Teologia em Petrópolis e teve como primeira transferência o Seminário de Ituporanga, onde foi como orientador.

Frei Robson foi nomeado ecônomo, coordenador do Pró-Vocações e Missões Franciscanas e coordenador da Frente das Missões  no triênio 2019-2021.


DEFINIDOR – FREI ALEX CIARNOSCKI, OFM

Natural de Ibicaré, em Santa Catarina, onde nasceu no dia 29 de maio de 1978, Frei Alex é o filho mais velho do casal Valdir Ciarnoscki e Hilda Baggio. É irmão de Carla Rafaela e Pábulo Filipe.

Frei Alex ingressou no Noviciado de Rodeio, onde recebeu o hábito franciscano em 10 de janeiro de 1997. Professou solenemente na Ordem dos Frades Menores em 19 de fevereiro de 2005. Foi ordenado sacerdote em 14 de outubro de 2006.

Após o término de seus estudos, atuou por dois anos na Paróquia São Pedro Apóstolo, de Gaspar (SC). Depois, por três anos foi o coordenador do Serviço de Animação Vocacional da Província. Foi então, transferido para a Paróquia São Luiz Gonzaga, em Xaxim, SC, onde durante 9 anos assumiu como pároco e guardião da Fraternidade. Atualmente, Frei Alex é o pároco da Paróquia São Pedro Apóstolo de Pato Branco (PR) e também como vice-postulador da Causa de Beatificação de Frei Bruno Linden.


DEFINIDOR – FREI MARCOS ANTÔNIO ANDRADE, OFM

Natural de Sorocaba, SP, Frei Marcos nasceu no dia 22 de setembro de 1967 e tem hoje 54 anos.

Vestiu o hábito franciscano em 1988 e fez a primeira profissão em 10 de janeiro de 1989, tendo 32 anos de Vida Religiosa. Professou solenemente na Ordem dos Frades Menores em 24 de setembro de 1993. Foi ordenado presbítero no dia 9 de dezembro de 1995 e celebrou o jubileu de 25 anos de sacerdócio.

Serviços e funções

1996-2006 – Orientador, Professor e Reitor no Seminário Santo Antônio, Agudos, SP

2007-2010 – Estudos em Liturgia no Instituto Santo Anselmo, em Roma, Itália

2011-2012 – Vice mestre, professor e Vigário Paroquial na Fraternidade do Sagrado Coração de Jesus, em Petrópolis, RJ

2012-2021 – Mestre dos Professos Temporários do Tempo da Teologia, Petrópolis, RJ


DEFINIDOR – FREI FIDÊNCIO VANBOEMMEL, OFM

Catarinense, natural da cidade de Santo Amaro da Imperatriz, onde nasceu no dia 25 de março de 1953, Frei Fidêncio tem 68 anos e há 46 anos ingressou na Ordem Franciscana, quando vestiu o hábito de São Francisco de Assis no dia 20 de janeiro de 1974. Professou solenemente na Ordem dos Frades Menores no dia 2 de agosto de 1978 e foi ordenado presbítero no dia 14 de dezembro de 1979. “Sou filho de agricultores, voltados para o árduo trabalho. Dos pais aprendi a disciplina, o rigor, a ternura e a fé. Depois, a minha vida foi se moldando dentro da Província, como seminarista e frade. Ao me formar dentro da Província, também adquiri o seu rosto, principalmente a formação que recebi dos meus mestres e irmãos”, define-se.

Durante 23 anos, Frei Fidêncio trabalhou na formação franciscana até ser eleito Ministro Provincial no Capítulo Provincial de 2009. “Ao terminar a teologia em Petrópolis eu era candidato a trabalhar numa casa de formação da Província. Na época conversei com o Ministro Provincial, Frei Basílio Prim, suplicando para fazer uma experiência pastoral para ajudar a vencer a timidez. Fui então transferido para a Paróquia de Campos do Jordão, no início de 1981 e lá permaneci até 1985. Depois, a partir de 1986, começou minha trajetória como formador: meio ano em Lages, 1 ano e meio em Petrópolis, 2 anos de estudos em Roma em vista da formação, 7 anos em Rondinha, 3 anos em Guaratinguetá e 9 anos mestre em Rodeio”.

Frei Fidêncio Vanboemmel (pronuncia-se Fanbemel) foi eleito Ministro Provincial, para um mandato de seis anos, no Capítulo realizado em novembro de 2009, ano que coincidiu também com a celebração dos 800 anos de fundação da Ordem dos Frades Menores. Terminado este mandato, para sua surpresa, foi reeleito para mais três anos no Capítulo de 2016. No último triênio, residindo no Convento São Francisco, onde assumiu as funções de Vigário da Fraternidade e Vigário Paroquial, não deixou de servir à Província como moderador da Formação Permanente. Com a eleição de Frei César Külkamp para Definidor Geral, Frei Fidêncio voltou ao governo para um mandato de agosto deste ano até este Capítulo.

Serviços e funções

1980-1985 – Vigário cooperador em Campos de Jordão, SP
1986 – Guardião da Fraternidade São José do Patrocínio, Lages, SC
1986-1987 – Vice mestre dos Professos Temporários do Tempo da Teologia, em Petrópolis, RJ
1988-1990 – Mestrado em Espiritualidade Franciscana no Antonianum, em Roma, Itália
1990-1994 – Vice mestre dos Professos Temporários do Tempo da Filosofia, Rondinha, Campo Largo, PR
1995-1997 – Mestre dos Professos Temporários do Tempo da Filosofia, Rondinha, Campo Largo, PR
1998-2000 – Mestre dos Postulantes em Guaratinguetá, SP.
2001-2009 – Mestre de Noviços em Rodeio, SC (eleito Definidor para o triênio 2007-2009)
2010-2018 – Ministro Provincial (reeleito)
2019-2021 – Moderador da Formação Permanente e atendente conventual, Convento São Francisco, São Paulo, SP.


Equipe de Comunicação do Capítulo

(Frei Augusto Gabriel, OFM, Frei Clauzemir Makximovitz, OFM, Frei Gabriel Dellandrea, OFM, Frei Alan Leal de Mattos, OFM e Moacir Beggo)

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Frei Paulo Pereira é eleito Ministro Provincial da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

A Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, que neste ano completou 346 anos, tem um novo Ministro Provincial. Frei Paulo Pereira, aos 53 anos, foi eleito em segundo escrutínio, com 56 votos, em sessão capitular no Seminário Santo Antônio de Agudos (SP), que começou às 15h05 deste sábado, 27 de novembro.

 Mineiro de Juiz de Fora, Frei Paulo nasceu no dia 18 de dezembro de 1967 e vestiu o hábito franciscano no dia 10 de janeiro de 1987. Sua profissão temporária foi no dia 11 de janeiro de 1988. Já a Profissão Solene foi feita na Ordem dos Frades Menores no dia 25 de setembro de 1993. No dia 19 de março de 1995 foi ordenado presbítero.

Em 1995 foi transferido para o Seminário Santo Antônio de Agudos como orientador e professor. Voltou para a Baixada Fluminense, onde morou como estudante, para ser guardião e pároco da Paróquia São Francisco em Duque de Caxias. Em 2000 foi eleito Definidor para o triênio 2001-2003 e passou a residir no Seminário de Ituporanga, acumulando a função de animador provincial da Pastoral Vocacional.

Em 2002, residiu no Convento das Graças em Guaratinguetá ainda como animador vocacional. Em 2003, passou a residir na Fraternidade São Boaventura de Rondinha como mestre dos frades de profissão temporária no tempo de Filosofia. Em 2003, foi reeleito Definidor para o triênio 2004-2206, passando a residir na Fraternidade do Navio, em Lages, como animador vocacional e presidente da Fundação Frei Rogério de Curitibanos. Em 2004, como orientador, voltou ao Seminário Santo Antônio de Agudos, acumulando a função de animador vocacional e vigário da casa.

No Capítulo Provincial de 2009 foi transferido para a Fraternidade do Divino Espírito Santo de Vila Velha (ES), acumulando as funções de guardião, pároco e vice-secretário da Evangelização. Em 2016, reeleito Definidor para o triênio 2016-2018, passou a residir no Convento da Penha como reitor do Santuário. Foi reeleito mais uma vez Definidor em 2018, desta vez para o triênio 2019-2021, sendo reconfirmado como guardião da Fraternidade do Convento da Penha.

Equipe de Comunicação do Capítulo

(Frei Augusto Gabriel, OFM, Frei Clauzemir Makximovitz, OFM, Frei Gabriel Dellandrea, OFM, Frei Alan Leal de Mattos, OFM e Moacir Beggo)

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Aberto o Capítulo Provincial da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Agudos (SP) – O Definidor e Visitador Geral da Ordem dos Frades Menores, Frei César Külkamp, abriu nesta terça-feira (23/11), durante a Celebração Eucarística, às 8 horas, no Seminário Santo Antônio de Agudos (SP), o Capítulo Provincial 2021 da Província Franciscana da Imaculada Conceição. Aos 111 frades capitulares exortou: “Ao chegarmos para mais um Capítulo somos convocados a nos libertarmos das amarras e pretensões do próprio “eu”, para sermos verdadeiramente frades menores. Pedimos a iluminação do Espírito Santo, nosso Ministro Geral, para escutarmos com o coração o que Senhor quer nos falar hoje”, disse. O Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel, foi o concelebrante com o diácono Frei Alan Leal de Mattos.

Segundo o Visitador, iniciar o Capítulo Provincial com a Celebração Eucarística é, antes de tudo, “reconhecer o primado daqu’Ele que nos chamou, nos sustenta na caminhada e nos envia para a missão, que é sempre d’Ele. E só reconhecemos tudo isto com os sentidos da fé. Nesta celebração queremos renovar nossa fé em Deus. Dele recebemos a vocação como um dom. Ele conduz a nossa história e a história desta Província Franciscana”.

Frei César continuou a reflexão, citando a passagem do Evangelho em que Jesus revela que o Paráclito ficará para sempre conosco. “Este espírito é amor. Se formos capazes de amar é porque somos habitados pelo Espírito de Cristo que é Amor. Um amor que não é estático, apegado ao passado, mas que vai ao encontro e olha para o futuro: é preciso evoluir, questionar-se, converter-se, partir em missão, comunicar a todos e a todas o Amor que quer ir além”, exortou.

Segundo ele, por esta ação do Espírito, a Trindade virá e fará morada em nós. “Ele nos ensinará todas as coisas e nos recordará a Palavra de Jesus. Esta Palavra, o Evangelho é o próprio Cristo feito semente lançada no terreno da nossa vida e da nossa história. Uma semente que anseia por germinar e crescer. Nossa resposta é o amor a Deus e aos irmãos”, indicou.

“Na Carta aos Romanos, capítulo 8, todo ele dedicado ao Espírito, São Paulo nos diz que a criação inteira geme e sofre, e nós também, como em dores de parto. A dor do parto é fortíssima, mas logo confortada pela nova vida. Por isso, nos convida à esperança, o sinal da nossa salvação. Ele também nos diz que o Espírito vem em socorro da nossa fraqueza. E quais são as nossas fraquezas?”, perguntou.

A DINÂMICA DO CAPÍTULO

Para o Visitador Geral, a dinâmica preparada para este Capítulo quer colocar os frades diante destas fraquezas. “Estamos diminuindo em número, perdendo irmãos, entregando casas. A sociedade vive uma secularização materialista. Os modelos de evangelização parecem pautados em sucessos personalistas ou no retorno a uma tradição conservadora e bitolada. Os modelos políticos são controversos e insensíveis aos mais pobres. Continuamos atravessando uma pandemia que já ceifou tantas vidas, mesmo entre nós, e com difíceis consequências sociais, econômicas e sanitárias. Vivemos o medo diante de tantas incertezas”, diagnosticou.

“Diante de tudo isso, temos tanto a pedir ao Pai para que venha em socorro de sua Igreja, de nossa Província”, ensinou, mas lembrando: “São Paulo nos recorda que não sabemos o que devemos pedir e que é o Espírito mesmo que intercede por nós. O que Deus reserva para nós vai além do nosso pedir e entender. O Espírito interpreta o que o coração da nossa Província, seus frades e participantes de sua missão, deseja e precisa. E aí está a vontade de Deus. E o que a misericórdia de Deus faz concorrer para o bem”, observou.

E concluiu: “A Mãe Imaculada acolheu este mistério de amor no seu ventre e soube dizer sim, faça-se em mim segundo a Vossa vontade! Ela é nosso modelo e nossa proteção. Acolhamos este Capítulo como dom da Santíssima Trindade, a perfeita comunidade que nos reúne como irmãos que querem sonhar juntos o sonho de Deus e partir para a missão em fraternidade. E tudo será novo porque o Espírito sopra onde quer e faz novas todas as coisas”, pediu.

SESSÃO DE ABERTURA

Depois da Oração inicial, Frei César, como presidente do Capítulo, conduziu a sessão de abertura e instalação desta assembleia dos frades. “Eu gostaria de destacar que o nosso Capítulo é sempre um evento da comunhão. Nós nos reunimos, como já refletimos na Celebração Eucarística, para, juntos, pedirmos iluminação e, nesse juntos, reforçar a nossa caminhada fraterna, o nosso espírito de fraternidade”, enfatizou o Visitador.

Segundo ele, o Capítulo, acolhido e determinado na Regra dos Frades Menores pelo próprio São Francisco, já é uma expressão dessa sinodalidade na Igreja. “Isso significa caminhar juntos. São Francisco queria que os frades viessem ao menos duas vezes por ano celebrar os capítulos nessa intenção de que a caminhada da Ordem fosse feita sempre em conjunto e abertos à ação do Espírito, que ele conduz e por isso que ele é chamado de verdadeiro Ministro Geral”, acrescentou.

Frei César falou da preparação do Capítulo que começou no ano passado e das dificuldades devido ao recrudescimento da pandemia no início do ano e que ainda estamos vivendo. Depois teve o Capítulo Geral, que mudou um pouco toda essa configuração. Mas para não mudar datas e a configuração, Frei César, que era o Ministro Provincial, foi nomeado Visitador e o Capítulo pôde ser inaugurado hoje.

Na sequência, às 10 horas, teve início ao dia formativo com o retiro e a assessoria do frade capuchinho gaúcho, Frei Luiz Carlos Susin, frade capuchinho, mestre e doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. Ele é professor na PUCRS e na Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana – Estef, em Porto Alegre. Dentre suas obras, destaque para “Teologia para outro mundo possível” (Paulinas, 2006).

Equipe de Comunicação do Capítulo

(Frei Augusto Gabriel, OFM, Frei Clauzemir Makximovitz, OFM, Frei Gabriel Dellandrea, OFM, Frei Alan Leal de Mattos, OFM e Moacir Beggo)

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Frades da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil se preparam para o Capítulo Provincial

Arte Oficial do Capítulo Provincial (2021) da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Que o Senhor nos dê a paz!

A nossa Fraternidade Provincial inicia este penúltimo mês de 2021 orando ao altíssimo e glorioso Deus e aprendendo a “esperançar” pelo evento maior que estamos por celebrar no Seminário Santo Antônio, Agudos, SP, entre os dias 22 a 30 de novembro: o nosso Capítulo Provincial.

O nosso Capítulo Provincial, inicialmente previsto e planejado para ser um Capítulo intermediário, necessariamente transformou-se em Capítulo eletivo segundo as leis da Igreja e da Ordem. Isso por força maior, depois que o Ministro Provincial, Frei César Külkamp, foi eleito Definidor Geral da Ordem. Sem dúvida, tudo isso nos inquietou e obrigou-nos a colocar mais “coração” nos preparativos finais, particularmente no processo das indicações eletivas.

Contudo, mesmo com essa surpresa no processo da condução do Capítulo, a Comissão Preparatória não alterou e nem perdeu de vista o foco maior quanto ao tema e lema, inspirados na Encíclica Fratelli Tutti n.8 e nos Documentos da Ordem: “Juntos que se constroem os sonhos” e “Fraternidade contemplativa em Missão: nossa regra é o Evangelho, nosso claustro é o mundo”, presentes na arte de Frei Gabriel Dellandrea, ilustrando a capa desta edição das Comunicações, e por ele elucidado na página ao lado (577).

Agudos nos espera! Espera a presença da Fraternidade Provincial para este “Pentecostes” que congrega irmãos na sua mais rica diversidade, assim como Francisco de Assis, segundo a linguagem de São Boaventura, aguardava ansiosamente os irmãos “no eremitério de Santa Maria da Porciúncula, a fim de distribuir a cada um deles a porção da obediência, segundo a medida da distribuição divina na terra da pobreza” (LM 5,10.1).

Agudos nos espera! Espera com o cuidado que se faz necessário no que diz respeito aos protocolos sanitários básicos para um encontro desta natureza, ainda em tempo de cuidados por conta da Covid-19. Por essa razão, a Comissão Preparatória do Capítulo orientou o procedimento a cada frade capitular e, em parceria com o SEFRAS, gerou um protocolo sanitário preventivo, feito com base na Fiocruz, que serve como prevenção e cuidados recíprocos a serem observados no desenvolver do Capítulo.

Agudos nos espera! Espera para rever irmãos que há tempos não se viam e nem se encontravam por conta das necessárias precauções exigidas em tempos de pandemia. Que o Capítulo seja expressão da minoridade, da fraternidade e da mútua pertença, assim descrita por Frei Tomás de Celano: “Quando se reuniam em algum lugar, ou quando se encontravam em viagem, reacendia-se o fogo do amor espiritual, espargindo suas sementes de amizade verdadeira sobre todo o amor […] Reuniam-se com prazer e gostavam de estar juntos: para eles era pesado estarem separados, o afastamento era amargo e doloroso estarem desunidos” (1Cel 38-39).

Agudos nos espera! Espera por uma fraternidade de irmãos que, juntos, desejam construir os sonhos de novos castelos e brasões assinalados pelo mistério da cruz, isto é, de “irmãos que procuram orientar sua vontade pela vontade de Deus” (cf. 1Cel 5-6). Espera por irmãos que sonham juntos! Espera por irmãos que fogem das ilusões e das miragens” do grande senhor da Apúlia” (LM 1,3) para “reinterpretar os divinos mistérios” no retorno à originalidade de Assis, mesmo se este retorno, como o de Francisco, exige o “vencer-se a si mesmo” para ser, na realidade de hoje, novos cavaleiros de Cristo (cf. LM 1,5), dispostos a descer do cavalo da comodidade, despidos da armadura do individualismo e da autorreferencialidade, para abraçar com alegria e audácia os novos leprosos excluídos pela “globalização da indiferença”.

Agudos nos espera! Espera a chegada de irmãos dispostos a “tratar da maneira como melhor observar a Regra” (LTC 57,2). Irmãos dispostos a acolher o diagnóstico da nossa realidade Provincial que será apresentado pelo Visitador Geral, Frei César Külkamp, com suas forças e oportunidades, fraquezas e ameaças, e juntos traçarmos um caminho “de acordo com o conselho de Deus” (LTC 57,3), no sonho de sermos uma “Fraternidade contemplativa em missão”.

Que a partir de Agudos o Senhor nos abençoe pela intercessão de São Francisco e de Santo Antônio de Sant’Anna Galvão: “Terminado o Capítulo, abençoava todos os irmãos…” (LTC 59,9). E “concedia a licença e a obediência de pregar àqueles que dentre eles tinham o espírito de Deus e eloquência para pregar, tanto clérigos quanto leigos. Eles, de sua parte, recebiam a sua bênção com grande alegria no Senhor Jesus Cristo” (LP 40). Abençoados e enviados como “fraternidade contemplativa em missão”, neste “claustro que tem as dimensões do mundo” (JV), tendo como regra o Evangelho.

Bem-vindos a Agudos… bem-vindos ao Capítulo Provincial!

Frei Fidêncio Vanboemmel, OFM
(Ministro Provincial – Província Franciscana da Imaculada Conceição)

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Eleito o novo governo da Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil (GO, TO e DF)

Frei Gustavo Medella, OFM (Visitador Geral) e o novo Ministro Provincial, Frei Carlos Antônio, OFM

“Vem Espírito Santo iluminar!”

O segundo dia do Capítulo Provincial da Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil (GO, TO e DF), foi principiado pela celebração da Santa Missa votiva ao Espírito Santo. Em seguida, Frei Marco Aurélio, OFM, Ministro Provincial cessante, apresentou seu relatório sobre a trajetória da Província no último triênio.

Da esquerda para a direita: Frei Wanderley, OFM (Ex-Vigário Provincial e atual Definidor), Frei Renildo, OFM, Frei Gustavo Medella, OFM (Visitador Geral) e Frei Marco Aurélio, OFM (Ex-Ministro Provincial)

Tivemos ainda a grata satisfação de receber a carta endereçada pelo Ministro Geral, Frei Massimo Fusarelli, OFM à nossa Província por ocasião do Capítulo. Na sequência, por vídeo chamada conversou conosco Frei César Külkamp, OFM, Definidor Geral para a América Latina, trazendo uma palavra de incentivo e direcionamento segundo o documento final do Capítulo Geral.

Por vídeo-chamada, o Definidor Geral para a América Latina, Frei César Külkamp, OFM

Durante o período vespertino, num clima de expectativa e confiança no Nome do Senhor, os irmãos se reuniram para a eleição do novo Governo Provincial. Logo no fim da tarde, o Bispo da Diocese de Anápolis/GO e seu Auxiliar, fizeram uma visita fraterna para cumprimentar o Ministro Provincial cessante e o recém eleito. E por fim, às 19h, na Capela do Seminário Regina Minorum, a Fraternidade Provincial elevou aos céus o “Te Deum” pelo Governo Eleito; e o Visitador Geral, Frei Gustavo, no exercício de suas atribuições conferiu a posse ao novo Ministro Provincial, Frei Carlos Antônio, OFM, ao seu Vigário, Frei Jair da Cruz, OFM e aos definidores, Frei Janilson, OFM, Frei Alex, OFM, Frei Wanderley, OFM e Frei Ronildo, OFM.

Frei Carlos proferiu suas primeiras palavras manifestando a sua alegria em poder servir e cuidar dos frades, no mesmo espírito de São Francisco que como Ministro desejava beijar os pés dos irmãos. E após a benção do novo Ministro Provincial, com o recreio fraterno, encerramos o intenso dia de atividades. Supliquemos a intercessão da Rainha dos Menores pelo serviço assumido por nossos irmãos.

Fonte: Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil


Conhecendo um pouco do Novo Governo…

Frades da Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil (GO, TO e DF) iniciam Capítulo Provincial nesta segunda-feira

Imagem (Fonte): Frades Franciscanos – Província (GO, TO e DF)

Com alegria comunicamos a celebração do Capítulo Provincial de nossa Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil (GO/DF/TO), a ser celebrado nos dias 18 a 22 de outubro próximo. A nossa Fraternidade Provincial se reunirá no Seminário Regina Minorum – Anápolis – Goiás, e contará com a participação de 34 capitulares vogais.

Todos poderão acompanhar o nosso Capítulo Provincial pelas redes sociais, e também através da cobertura jornalística organizada pelas Rádios 96.3 FM, 97,7 FM, e Rádio Cultura de Catalão, e também pela página oficial da Província: www.fradesfranciscanos.com.br

Para acompanhar o Capítulo Provincial de nossa Província, e para presidir a eleição do novo Governo Provincial, nestes dias de 18 a 22 de outubro, contamos com a presença fraterna de Frei Gustavo W. Medella, Visitador Geral para nossa Província, delegado pelo Ministro Geral de nossa Ordem.

Nossa gratidão a Frei Marco Aurélio da Cruz, OFM, e o atual Governo Provincial, pelos serviços prestados à nossa Província. Nossa gratidão aos senhores Bispos, aos Frades, Religiosos, Religiosas e Leigos que apoiaram e atuaram conosco em nossas Frentes Missionárias, neste triênio.

E pedimos que continuemos em oração pelo bom êxito do Capítulo Provincial com suas decisões, e eleição do novo Governo Provincial.

Renovamos a esperança. Frades Franciscanos no Coração do Brasil, há 78 anos semeando a paz, o bem, o Evangelho em Fraternidade e Missão.

Fraternalmente,

Frei Ronildo Arruda de Souza, OFM (Secretário Provincial)

Fonte: Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil