Frei Lucas Lisi: “A vocação do sacerdote é amar! Ame, ame e ame sempre!”

Nesta noite (12), último dia do tríduo em preparação para a Ordenação Presbiteral de Frei Jose Aécio, recebemos o confrade Frei Lucas Lisi, OFM, pároco da Paróquia Nossa Aparecida de Olímpia/SP. Frei Aécio reside nesta fraternidade.

A celebração contou com a presença dos frades, postulantes, aspirantes, vocacionados, todo o povo de Capinópolis/MG, bem como alguns leigos que já estavam chegando para a Ordenação, de forma especial, alguns membros da Família Franciscana (OFS e JUFRA).

A temática do dia foi: “Vocação ao Sacerdócio”, onde vários aspectos da vida sacerdotal foram ressaltados. Um destes aspectos Frei Lucas reforçou: “Frei Aécio, lembre-se que a vocação do padre, nada mais é do que amar, amar e amar. Ame, ame mais um pouco e se preciso for, ame mais!”.

Que nosso Seráfico Pai abençoe este seu filho, Frei José Aécio, no sagrado ministério que amanhã abraçará!

Fraternalmente, 

Frei Alef Henrique Pavini, OFM

Frei Luís Fernando: “Lembre-se de sempre viver a profunda experiência de entrega ao Cristo pobre e crucificado!”

Na noite de ontem, continuou o 2º dia do Tríduo preparatório em vista da Ordenação Presbiteral de Frei José Aécio de Oliveira Filho, OFM com o tema: Vocação à Vida Religiosa Consagrada.

A missa foi presidida por Frei Luís Fernando Nunes Leite, OFM, que destacou a importância da consagração religiosa e da entrega incondicional a serviço da Igreja, dando ênfase na importância da vocação presbiteral como dom de Deus que escolhe, chama e envia para missão.

Na mesma ocasião, Frei Luís fez menção da figura de Maria Santíssima, Rainha dos Frades Menores, estrela da Nova Evangelização, modelo de disponibilidade e entrega aos projetos de Deus para a caminhada de fé e devoção.

Por fim, a celebração eucarística deste dia convidou Frei José Aécio, ordenando, que se voltasse para si mesmo e refletisse o sentido primeiro de seu chamado e de sua escolha como Frade Menor Franciscano, expressando publicamente sua consagração como religioso na presença de Frei Luís Fernando, Delegado Custodial, e de todo o povo de Deus reunido.

Assim, Frei José Aécio reiterou a vivência profunda do seguimento ao Cristo, Pobre e Crucificado ao modo de São Francisco de Assis, em Pobreza, Castidade e Obediência.

Fraternalmente,

Vinícius Alves (Postulante)

Os franciscanos chegam em Capinópolis/MG para Tríduo e Ordenação Presbiteral de Frei José Aécio, OFM

Teve início ontem na cidade de Capinópolis-MG o tríduo festivo em preparação para ordenação presbiteral do diácono Frei José Aécio de Oliveira Filho, OFM.

Presidiu a celebração eucarística o Frei Ezimar Alves Pereira, OFM, Vigário Custodial. A temática refletida na primeira noite do tríduo foi a Vocação Batismal, nesta mesma celebração o Frei Aécio fez a sua profissão pública da Fé Católica, como exige o Rito para ordenação presbiteral.

Ao fim da celebração, o pároco desta paróquia de Capinópolis, Padre Edivan Barbosa, acolheu a todos os frades, formandos e visitante presentes na cidade em vista da ordenação e o frei Aécio agradeceu a acolhida do pároco e o empenho do mesmo e de toda comunidade paroquial pelo preparo cuidadoso com este momento celebrativo tão importante da sua vida.

Fraternalmente,

Jarder Rodrigues Leite (Aspirante)

Clarissas de Marília/SP elegem seu novo conselho

“Manifestem umas as outras, com confiança, as suas necessidades.” (Nossa Mãe Santa Clara)

Neste sentimento de pertença, responsabilidade e confiança mútuas, seguimos nossas eleições para o novo Conselho de nosso Mosteiro, interrompida no último mês de junho, onde nossa Madre Francis Maris, foi reeleita para mais um triênio como Abadessa e mãe de nossa comunidade. Sendo a terceira eleição consecutiva, foi necessária uma postulação à Santa Sé para esta confirmação.

Após recebermos a resposta afirmativa, marcamos a continuação das eleições para o dia 7 de novembro, tendo a presença de nosso Custódio, Frei Fernando, OFM e de nosso Capelão, Frei Joaquim, OFM. Faltava a escolha das conselheiras, ou discretório, previstas três irmãs: primeira Conselheira, que é a Vigária, e mais duas, de acordo com o número de Irmãs de Profissão Solene deste nosso Mosteiro Maria Imaculada, a qual contamos com 11 Irmãs, além das 4 formandas.

Com a invocação do Divino Espírito Santo, cantando o “Veni Creator”, iniciamos as eleições com a escolha da primeira Conselheira (Vigária) e as outras duas discretas, para o próximo triênio, junto com nossa Abadessa reeleita.

Foram escolhidas as seguintes Irmãs:

Abadessa: Madre Francis Maris da Imaculada, OSC

1ª Conselheira (Vigária): Irmã Marlene Inácia de Jesus Hóstia, OSC (Madre Fundadora)

2ª Conselheira: Irmã Clara de Santa Maria dos Anjos, OSC

3ª Conselheira: Irmã Maria Micaela do Coração Misericordioso de Jesus, OSC

Com a graça do Bom Deus, confiando em seu Amor e Misericórdia, todas recebemos a absolvição geral e a bênção da obediência ao novo Conselho.

Pedimos vossas orações, por intercessão da Rainha de Nossa Ordem Seráfica, Maria Santíssima, para que nossa comunidade cresça em número e santidade, cumprindo com fidelidade e generosidade nossa missão de Intercessoras e Orantes Oficiais da Igreja, a exemplo dos nossos pais Francisco e Clara, em pobreza, com alegria e em fraternidade!

Com gratidão e orações, suas Irmãs Clarissas do Mosteiro Maria Imaculada!

Ir. Clara de Santa Maria dos Anjos, OSC

Aconteceu em Franca/SP, o último Encontro Vocacional Franciscano deste ano

Aconteceu neste final de semana (30 de outubro à 02 de novembro), no Convento Santa Maria dos Anjos, em Franca/SP, o último Encontro Vocacional Franciscano deste ano. O encontro contou com a presença de 12 jovens/rapazes, dos frades do SAV (Serviço de Animação Vocacional), dos frades da fraternidade local, dos postulantes, bem como dos aspirantes.

O encontro iniciou as 18h00 do dia 30 (sexta-feira) com uma dinâmica, onde os vocacionados foram chamados pelo nome e convidados a percorrerem um caminho de provocação existencial e vocacional. Uma vez que estes jovens/rapazes são provindos de várias cidades que abrangem o nosso território Custodial, nos organizamos de uma forma que pudéssemos respeitar todos as regras acerca da vigilância, em vista da prevenção do COVID-19.

A programação contou também com a participação do nosso Custódio, Frei Fernando Aparecido dos Santos, OFM, onde num primeiro momento refletiu o tema do encontro: “E sejam chamados Frades Menores!” (1 Cel 38). Posterior, refletiu com os vocacionados acerca das frentes de evangelização de nossa Custódia e Ordem. Também contou com a presença do Secretário para a Formação e os Estudos, Frei Valdemir Nelo Rufino, OFM (Frei Miro), que refletiu com cada um deles os critérios de admissão para a Ordem, buscando enfatizar a importância da abertura ao processo formativo.

O encontro encerrou-se no dia 02 (Dia dos Fiéis Defuntos), onde celebramos a eucaristia, realizamos uma pequena procissão ao cemitério de nosso Convento e posterior almoçamos.

Rogamos a Deus que envie operários para a sua messe, bem como, que conserve perseverantes estes nossos irmãos, neste processo de discernimento e de resposta ao chamado divino em suas vidas.

Fraternalmente,

Frei Alef Henrique Pavini, OFM

Dom Paulo finaliza o retiro dizendo: “O caminho de Jesus é o caminho da cruz e da glória!”

Na manhã desta sexta-feira (23), chegamos ao término de nosso Retiro Custodial. O mesmo teve início na manhã da terça-feira (20), sendo conduzido pelo Bispo Diocesano de Franca/SP, Dom Paulo Beloto.

O mesmo conduziu com maestria e muita simplicidade todos os períodos propostos. E para finalizar com chave de ouro, Dom Paulo ressaltou e deixou como mensagem a todos: “O caminho de Jesus é o caminho da cruz e da glória”. O religioso deve ter claro que sua vida é doação, é serviço, ou seja, é algo para o próximo, não para si mesmo, por isso cruz. Contudo, é caminho de glória, pois quando se doa verdadeiramente, este tem realização na vida e na vocação.

Após a sua fala, nos dirigimos para um momento de reflexão e às 11h00 celebramos a eucaristia. A mesma foi presidida pelo nosso Custódio, Frei Fernando Ap. dos Santos, OFM e logo em seguida, tiramos a foto oficial de nosso retiro.

Desta forma, agradecemos a todos pelas orações e suplicamos que continuem sempre em preces por cada um de nós frades, para que possamos ser fiéis ao propósito de vida que abraçamos, com alegria, compromisso e doação.

Fraternalmente,

Frei Alef Henrique Pavini, OFM

Dom Paulo: “Frades cultivem a vida fraterna!”

O terceiro dia iniciou com a exposição do Santíssimo Sacramento e Laudes, seguido do café da manhã. Às 09h00 demos início a primeira colocação, tendo como base para reflexão o evangelho de Mateus 24, 42-51.

Nesta primeira parte, Dom Paulo reforçou que o radicalismo evangélico é impossível sem uma forte intimidade com Jesus Cristo. Sem isso, não existe fidelidade pelo Reino. Trouxe o seráfico pai como exemplo, quando disse que Francisco experimentou em sua própria vida, essa procura intensa e íntima com o Cristo.

Às quinze horas nos reunimos na capela para a oração da Hora Média e logo em seguida partimos para sedunda colocação do dia. O pregador provocou a todos nós, frades, a cultivarmos a vida fraterna. É nela que externalizamos nossas fraquezas e é por ela que nos purificamos, nos amadurecemos e crescemos na fé.

No início da noite celebramos a eucaristia e Dom Paulo reforçou a importância do carisma franciscano para a Igreja, da audácia em viver a proposta deixada por Francisco. Após o jantar tivemos a noite livre para conversas e partilhas com o Pregador.

Paz e Bem!

Frei Alef Henrique Pavini, OFM

Segundo dia do retiro é marcado pelo convite a buscar a misericóridia de Deus, por meio do sacramento da penitência!

Iniciamos o dia com a exposição do Santíssimo Sacramento e oração das Laudes na capela. Após o café tivemos a primeira colocação do dia com o tema “a vocação dos Doze e a nossa vocação” à luz de Mateus 9,35 / 10,10. 

Jesus chama seus discípulos e os envia para libertar as pessoas dos espíritos impuros, curar as doenças, ressuscitar os mortos e purificar os leprosos. Somos também chamados e enviados por Jesus para colaborarmos no anúncio do Reino de Deus. O retiro é uma ocasião para revermos as etapas de nossa vocação e com autenticidade e fidelidade renovar nosso seguimento do Senhor dentro do carisma franciscano.

Dom Paulo Beloto convidou-nos à um exame de consciência e aproveitarmos o retiro para nos encontrarmos com a misericórdia de Deus pelo sacramento da confissão. Às quinze horas nos reunimos na capela para a oração da Hora Média,  depois prosseguimos com uma reflexão sobre a importância da oração e da Eucaristia na vida do consagrado.

Às dezoito horas celebramos a missa com partilha sobre a nossa vivência eucarística.  Depois do jantar, encerramos o dia rezando a Coroa Franciscana das Alegrias de Nossa Senhora.

Paz e Bem!

Frei Joaquim Camilo Alves, OFM

Frades se reúnem no Convento Santa Maria dos Anjos de Franca/SP, para o Retiro Custodial

Na manhã desta terça-feira (20), no Convento Santa Maria dos Anjos de Franca/SP, parte dos frades franciscanos de nossa Custódia deram início ao Retiro Custodial deste ano. O retiro era previsto para o início de julho, mas por conta da situação da pandemia do COVID-19, os responsáveis acharam por bem adiar, sendo definido como data a semana presente.

O pregador convidado é Dom Paulo Beloto, Bispo Diocesano de Franca/SP.  Dom Paulo neste primeiro dia destacou a importância do batismo e motivou os frades a darem mais importância a data do próprio batismo, pois é por meio dele que nos tornamos pessoas novas, no Cristo, centro da fé cristã.

Infelizmente não puderam vir todos os frades de nossa fraternidade custodial, devido a pandemia, pois parte dos frades pertencem ao grupo de risco. Contudo, a secretaria de comunicação de nossa Custódia providenciou a transmissão de todos os momentos do retiro, via canal Fraternizar SCJ, sendo restrito apenas aos frades.

O retiro perdura até a parte da manhã de sexta-feira (23) e após o almoço, os frades se reunirão para uma assembleia consultiva, para resolverem questões próprias da entidade. Assim sendo, rogamos a Deus que abençoe a todos os frades reunidos, bem como a todos os que não puderam estar presentes, e que pela ação do Espírito Santo, estejam abertos a este tempo de pausa e reflexão sobre a própria vida e vocação.

Fraternalmente,

Frei Alef Henrique Pavini, OFM

SAV se reúne em Olímpia/SP para planejamento dos próximos encontros

A poetisa Martha Medeiros – na poesia fita métrica – diz que “uma pessoa é gigante quando se interessa por nossa vida, quando busca alternativas para o nosso crescimento, quando sonha junto conosco”. É justamente nesse contexto que, no crepuscular do dia, iniciamos as nossas atividades permeadas de muito Espírito Fraterno, bem como de muita alegria. Aspectos que são inerentes à vocação de um Frade Menor.

Nesta dinamicidade e clima de Fraternidade, deu-se início a nossa reunião de Planejamento do Serviço de Animação Vocacional, na quarta-feira, dia 14 de outubro de 2020 às 9h30, com uma oração de acolhida e de abertura desse encontro de Planejamento, que foi bem conduzido por Frei José Luiz da Costa, OFM. Esse realizou-se de 14 a 16 de outubro. Se fizeram presentes os seguintes Frades do nosso território Custodial: Frei José Aécio, Frei José Luiz (Olímpia/SP); Frei Israel, Frei Lucas (Franca/SP); Frei Emanuel (Uberlândia/MG); Frei Alef Pavini (Marília/SP); e, Frei Carlos Eduardo (Garça/SP).  Logo após, seguimos a pauta com os encaminhamentos, bem como os andamentos e as partilhas acerca dos encontros vocacionais, vocacionados, missão franciscana, ordenações etc.

Deste modo, com esperança no Senhor e acolhendo-nos uns aos outros na Fraternidade e na Minoridade, agradecemos a Deus que em Cristo cumpre a promessa de fazer nascer o doador da justiça, da paz e do bem sem fim. Que o Espírito de todos os tempos, que é o mesmo insuflador das virtudes no Planejamento do SAV, ajude cada um a celebrar a promoção da vida, a qual se realiza nos corações dedicados a receber com bons frutos o Deus de Amor e Ternura.

Frei Carlos Eduardo de Sousa, OFM